Filme: Extraordinário

Gabriel Gomes, 18 de Fevereiro, 2018 - Atualizado em 18 de Fevereiro, 2018

EXYTAORDINÁRIO ( Wonder) / 2017

Antes que comecem as críticas, porque filmes com esse o apelo de marketing causa certas atitudes nas pessoas de não aceitarem o contraditório. O filme é bom, porém, nada de extraordinário, perdoem-me o trocadilho.

Primeiramente, papéis nada dificultosos para atores do naipe de Julia Roberts e Owen Wilson, mas vale ressaltar que Jacob Tremblay é o ator mirim mais impressionante desde Helley Joel Osment e Dakotta Fenning.

A história tem potencial, mas é muito meloso e parte pra temas bastante clichês nos dia de hoje. Peca por parecer tudo muito combinado, forçado demais, resumindo, é um filme que reflete o tempo chato em que vivemos do politicamente correto ao extremo. Parece-me que ele só concorre na categoria de Maquiagem e Cabelo, mas acredito piamente que não desse pra ele concorrer em outra que não essa.

A história mostra várias visões de personagens que estão ligados, de uma certa forma, a Auggie, um garoto de 10 anos que tem uma deformação facial e ao longo de sua vida ter passado por 27 cirurgias plásticas, mas é um menino que tem que conviver com todas as dificuldades de ser "diferente", principalmente com crianças de sua idade. Auggie era ensinado por sua mãe Isabel, só que ela resolve matriculá-lo em uma escola normal, e aí começam todos os problemas de Auggie. O clichê a que me refiro é por abordar temas como bullying, relação familiar conturbada, tentar passar a não existência do racismo... então se misturou tudo e colocou nesse filme. Repito, o filme é bom, mas é mais do mesmo.

Trailer:https://www.youtube.com/watch?v=GdPrJCn428A

O que você está buscando?