Hospital São José

Um lugar de gente com formação humana

Marcio Monteiro, 21 de Maio, 2021 - Atualizado em 21 de Maio, 2021

 

O título deste texto foi sugerido por minha mulher, que questionou o fato das pessoas hoje em dia priorizarem compartilhar noticias negativas e não darem importância para acontecimentos que realmente interessam e contribuem para a melhoria da nossa qualidade de vida. Citou a título de exemplo a qualidade de atendimento no Hospital São José, trabalho que merecia ter um reconhecimento maior da sociedade.

Mesmo não sendo do ramo, claro que não poderia me furtar de escrever algumas palavras sobre esta tradicional casa de saúde de Aracaju e com a qual tenho também dívida de gratidão. O Hospital São José (HSJ) localizado no pé da ladeira do bairro Santo Antônio foi fundado em 1961 pela Província de Santa Cruz das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, constituindo-se como associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, de caráter beneficente, assistencial e filantrópico.

Trata-se de uma unidade hospitalar de portas abertas com o Certificado de Entidade de Beneficente de Assistência Social - CEBAS, do Ministério da Saúde, que presta serviços médico-hospitalares às pessoas, predominantemente carentes do nosso Estado, atendidas pelo Serviço Único de Saúde – SUS, mantido através da celebração de convênios com o Município de Aracaju. O HSJ atua a 60 anos voltados para o bem estar da sociedade sergipana proporcionando atendimentos médicos, sendo reconhecida como de instituição de utilidade pública pela União, Estado de Sergipe e Município de Aracaju.

As ações do HSJ têm foco na prestação de serviço de caráter filantrópico e assistencial, respondendo pelo atendimento de uma parcela significativa da população de Aracaju, chegando a registrar mais de 2.000 atendimentos por mês. Além de ser uma unidade de pronto atendimento (Urgência 24h), e de ser unidade de referência em especialidades como: urologia, ortopedia e oftalmologia, realiza cirurgias e exames em geral, mantendo também um serviço de atendimento psiquiátrico de urgência humanizado de excelência.

Após passar por transformações e ampliações nas instalações ao longo dos anos, visando aumentar a capacidade de atendimento e uma maior oferta de serviços, o Hospital ficou esteticamente bem feinho e com pouco espaço para estacionamento de veículos, mas em contrapartida, os médicos e enfermeiros fazem com que pacientes e seus familiares experimentem um atendimento humanizado e não esqueçam a forma acolhedora proporcionada pelos profissionais da instituição. Mesmo tendo enfrentando sistemáticos atrasos de repasses de recursos públicos, o HSJ mantêm leitos de UTI (atualmente destinados exclusivamente para atendimento de pacientes contaminados pela Covid-19); os atendimentos de emergência clínica para adultos do Sistema Único da Saúde (SUS); os serviços de urgência mental; as consultas, exames e realiza pequenas cirurgias.

Através do Programa de Implante Coclear pelo SUS, o Hospital São José possui o único serviço dessa natureza no Estado de Sergipe habilitado pelo Ministério da Saúde a realizar tal procedimento de implante pelo SUS, contando com equipe habilitada para realizar procedimentos de reabilitação auditiva. O prédio anexo dedicado ao atendimento de urgência psiquiátrica transformou o HSJ numa casa acolhedora onde o aracajuano sabe que pode recorrer nos momentos de aflição para atendimento de pacientes com transtornos ou em surto psicótico. A unidade dispensa o mesmo tratamento, carinho e respeito, a todos que lá acorrem, sejam pacientes, familiares ou acompanhantes. A equipe de profissionais que diariamente acolhe pacientes com os mais diferentes níveis de instabilidade mental, transmitindo confiança e segurança profissional, além de demonstrarem uma atenção e preocupação com o lado emocional dos pacientes e familiares, o que não é muito comum observar em outras unidades de saúde, públicas ou privadas, da capital.

Na urgência psiquiátrica do HSJ o atendimento é diferenciado e o paciente é atendido, ouvido e tratado nos seus aspectos físicos e emocionais de forma ética e profissional. Os familiares são orientados quanto aos procedimentos em relação ao acompanhamento do paciente, bem como esclarecidas todos os questionamentos sobre o tratamento a ser seguido. A Urgência Mental do HSJ é a prova de que por mais que uma unidade de saúde não esteja cem por cento adequada para esse atendimento ou a sua estrutura física não transpareça ter as condições de oferecer um serviço de excelência, pode ser capaz de oferecer um atendimento eficiente e empático em relação ao paciente e seus familiares.

Evidentemente a prática de atendimento humanizado do São José não parte da vontade individual dos profissionais que constituem o seu corpo técnico e muito além de uma política institucional de promoção de satisfação de clientes. Trata-se de uma prática de atendimento diferenciada que com certeza tem a ver com a tradição e presença religiosa das abnegadas freiras que mantêm aquela unidade hospitalar viva por décadas promovendo o bem estar a cuidando da saúde daqueles que recorrem ao HSJ em busca de atendimento.

Pessoalmente tenho um especial carinho pelo Hospital São José por ter recorrido aos serviços ambulatoriais e consultas em várias oportunidades, numa época em que a oferta de serviços de urgência era praticamente restrita aos Hospitais Cirurgia e Santa Isabel, e a Clínica de Acidentados. A importância histórica do HSJ merece ser destacada pelos serviços prestados durante as três primeiras décadas de sua fundação, pois Aracaju só viria a contar com uma infraestrutura de saúde mais adequada às necessidades da população após a implantação do Sistema Único de Saúde (SUS), criado a partir da Constituição Federal de 1988. Além da implantação das Unidades Básicas de saúde (UBS), incorporação do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (1984) ao atendimento do SUS e a inauguração do Hospital João Alves Filho (1986), posteriormente denominado Hospital de Urgência de Sergipe – HUSE.

Faço esse faço este relato baseado no testemunho de pessoas do meu círculo de amizade que foram submetidos a cirurgias, realizado consultas e exames, ou que vivenciaram fatos quando do acompanhamento de pessoas em surto ou na observação do tratamento dispensado pelos profissionais aos pacientes que “contidos” ou em tratamento, familiares e acompanhantes, que encontram neste modesto espaço, uma oportunidade de registrarem o seu agradecimento aos médicos e enfermeiros do hospital São José pela forma humana com que tratam todos que recorrem àquela tradicional casa de saúde.

O que você está buscando?