A Força da Igreja. (por Antonio Samarone)

Antonio Samarone, 08 de Dezembro, 2020

A influência da Igreja católica na formação histórica de Sergipe é destacada.

Dos 75 municípios sergipanos, 17 receberam nomes de Santos. Nossa Senhora (com seis cidades e São Francisco com quatro), são os mais prestigiados.

Nossa Senhora temos: das Dores, da Glória, de Lourdes, do Socorro e Aparecida. Para completar a sexta, temos Divina Pastora. Existem as cidades de São Francisco, mais o Amparo, Santana e Canindé todas de São Francisco, chegamos as quatro. Exagero de devoção.

A começar pela antiga Capital, que é São Cristóvão. Uma homenagem a Cristóvão de Moura, fidalgo português, Vice Rey da União Ibérica. Os historiadores sergipanos, apressados, atribuem a homenagem a Cristóvão de Barros, que comandou a invasão de Sergipe, em 1591. Um transcreve do outro e todos erram. Aprendi com Luiz Antonio Barreto.

Temos ainda os Santos Amaro, Miguel, Domingos, Rosa, Luzia e João.

Sem contar que Itabaiana era a Villa de Santo Antonio e Almas e Frei Paulo não chegou a Santo, mas era um religioso.

Em Sergipe são raras as datas cívicas comemoradas, entretanto, as datas dos padroeiros ainda são as principais festas dos municípios. A igreja católica está no centro de todas as cidades sergipanas, muitas vezes sendo o prédio mais imponente da localidade.

Fui conferir se os nomes primitivos dos municípios sergipanos eram mais criativos. Por exemplo: Nossa Senhora Aparecida - Maniçoba, Nossa Senhora das Dores - Enforcados e Divina Pastora - Ladeira.

Fugindo dos Santos, lembrei-me de algumas curiosidades.

Outros nomes antigos dos municípios sergipanos: Boquim - Lagoa Vermelha, Riachuelo - Pintos, Siriri – Pé de Banco, Carmópolis – Rancho, Cristinápolis – Chapada, Aquidabã – Cemitério, Arauá – Parida e Propriá – Urubu de Baixo.

Sem contar os nomes das pessoas.

Antes das novelas, o que orientava os pais para nomearem os seus filhos, era a folhinha do Sagrado Coração de Jesus, que trazia o Santo do Dia. Os pais mais criativos repetiam o nome do Padroeiro.

Eu sou Antonio e tenho três irmãos, todos Antonio. Não me perguntem quem é o padroeiro de Itabaiana.

Antonio Samarone (médico sanitarista)

O que você está buscando?