O nome é Matapoã! (por Antonio Samarone)

Antonio Samarone, 27 de Abril, 2021

“O homem deu nome a todos os animais, às aves e a todas as feras selvagens...” – Genesis 2:20. (Cometeu vários erros).

A Prefeitura do Aracaju acabou com os nossos bucólicos povoados, transformando-os em bairros. Saciou-se a gula da especulação imobiliária. É o chamado desenvolvimento.

Manteve os nomes originais dos povoados, fazendo duas modificações:

O esquecido e belo povoado São José, virou bairro São José dos Náufragos. Palmas! O nome ficou mais bonito, não afetou a tradição e fez uma justa homenagem aos náufragos, da Segunda Guerra em Sergipe.

Por outro lado, cometeu uma gafe. O povoado Matapoã, virou bairro Matapuã. Creio que por ignorância.

Matapoã, significa mata redonda, mata bonita, é um povoado de Itabaiana, onde nasce gente inteligente e troncha. Gente sem pescoço e malformada de corpo, com a cintura, quando existe, debaixo do sovaco. As batatas das pernas pesam mais de 5 kg, cada uma. Por outro lado, a maioria dos gênios de Itabaiana é de lá.

Pois é, o povoado Matapoã em Aracaju, recebeu esse nome em homenagem a Família Teixeira. Os famosos gordinhos da Norcon, Luiz e Tarcísio, montaram uma chácara na região. O povo passou a chamar de Matapõa, uma clara referência a Dona Caçula, matriarca da família, ligada à Matapoã dos agresteiros.

Quando eu era menino, em Itabaiana, o povo chamava de Maitapã, onde viveu a tribo “Mathiapoa”, da Nação Tupinambá.

Os meus ancestrais, quando chegaram de Portugal, na primeira metade do século XVIII, montaram as suas tendas de ferreiros na Matapoã. Portanto, tenho legitimidade para pleitear a revisão do nome.

Matapuã é o nome de uma Casa de Material de Construção, em Aracaju.

Sua excelência, envie uma emenda à lei que criou esses bairros.

O bairro chama-se Matapoã.

Antonio Samarone. (médico sanitarista)

O que você está buscando?