Academia Literocultural de Sergipe - ALCS - Por Cris Souza

Domingos Pascoal, 30 de Dezembro, 2020 - Atualizado em 31 de Dezembro, 2020

No dia 24 de outubro (sábado), dia da Sergipanidade, aconteceu a solenidade de instalação da Academia Literocultural de Sergipe (ALCS) e posse dos seus quarenta membros efetivos, de seus vinte membros correspondentes e de sua Diretoria Executiva, eleita por unanimidade, constituída da seguinte forma: Presidente, Tânia Cristina dos Santos Souza (Educadora Cris), Vice-presidente, José Ginaldo de Jesus, Diretor Financeiro, Antônio Marcos Camilo dos Santos, Diretor Secretário, Marcos André de Souza e Diretor de Comissões, Domingos Pascoal de Melo. Para o Conselho Fiscal, tomaram posse os acadêmicos: Maria Salete da Costa Nascimento, Francisco dos Santos (Chico Buchinho) e José Severo dos Santos (Severo D’Acelino).
A solenidade foi transmitida pela plataforma Zoom e teve como Mestre de Cerimônia o Vice-presidente e o Diretor Secretário desta Academia, que se revezaram à frente das apresentações dos neoacadêmicos. A Academia Literocultural de Sergipe é também conhecida como a casa de Manoel José Bomfim, por este ser o Patrono-mor da nova arcádia, o que valida imensamente todos os projetos e ações que serão implementados pelos partícipes deste grandioso movimento literário e cultural, nas terras do Cacique Serigy.
Com o objetivo de disseminar e fomentar a cultura, arte, ciências e a literatura, a ALCS surge como instrumento transformador, uma academia que vem fazer a diferença com ações já propostas e aprovadas pelo grande público. Tem como sua mais relevante propositura, resgatar as biografias de personalidades sergipanas que tanto fizeram pelo estado e que não tiveram o destaque merecido, a exemplo de Dona Maria Guiomar dos Santos, uma salgadense que destacou-se por ter toda sua vida dedicada as ações voluntárias, e é a Patrona da cadeira nº 1, pertencente a Educadora Cris Souza, fundadora e primeira Presidente da entidade recém instalada.
Os Acadêmicos fundadores são:
CADEIRA Nº 1
Patrona: Maria Guiomar dos Santos
Fundadora: Tânia Cristina dos Santos Souza (Cris Souza)
CADEIRA Nº 2
Patrono: José Ferreira Lima
Fundador: Domingos Pascoal de Melo
CADEIRA Nº 3
Patrona: Maria Lígia Madureira Pina
Fundadora: Maria Eunice Guimarães Santos Garcia
CADEIRA Nº 4
Patrono: Dom Luciano José Cabral Duarte
Fundadora: Ilda Rezende da Costa Santos
CADEIRA Nº 5
Patrona: Genésia Fontes (Dona Bebé)
Fundador: José Ginaldo de Jesus
CADEIRA Nº 6
Patrona: Maria Thetis Nunes
Fundadora: Rita de Cácia Santos Souza
CADEIRA Nº 7
Patrona: Maria Beatriz Nascimento
Fundador: Frederico Dantas Vieira
CADEIRA Nº 8
Patrono: Laudelino de Oliveira Freire
Fundador: Luís Laércio Gerônimo Pereira
CADEIRA Nº 9
Patrono: João Firmino Cabral
Fundador: Gilmar Ferreira
CADEIRA Nº 10
Patrono: Oscar Ribeiro dos Santos (Seu Oscar)
Fundador: Marcos André de Souza
CADEIRA Nº 11
Patrono: Elias do Rosário Montalvão
Fundador: Martin Esteban Mansilla
CADEIRA Nº 12
Patrona: Ofenísia Soares Freire
Fundador: Matheus Batalha Moreira Nery
CADEIRA Nº 13
Patrona: Maria Consuelo Camilo dos Santos
Fundador: Marco Antônio Camilo dos Santos
CADEIRA Nº 14
Patrono: João Costa
Fundador: José Ricardo Marques dos Santos
CADEIRA Nº 15
Patrono: Pe. Pedro Alves de Oliveira (Padre Pedro)
Fundadora: Anatilde de Jesus (Anabi Jesus)
CADEIRA Nº 16
Patrona: Argentina Vieira Barreto
Fundadora: Josefa Maria Apolonio Santos
CADEIRA Nº 17
Patrono: Pedrinho dos Santos
Fundador: Antônio Oliveira Neto
CADEIRA Nº 18
Patrona: Gizelda Santana Morais
Fundadora: Maria Helena Ferreira dos Santos (Lenna Sarai)
CADEIRA Nº 19
Patrona: Maria Emília dos Santos
Fundador: José Severo dos Santos (Severo D’Acelino)
CADEIRA Nº 20
Patrono: Júlio César Leite
Fundador: Ivan Santos Leite
CADEIRA Nº 21
Patrono: Raymundo de Paiva Mello
Fundador: Raymundo Mello Filho
CADEIRA Nº 22
Patrono: Américo Seixas
Fundadora: Maria Zélia Silva Rocha (Ailezz Silva)
CADEIRA Nº 23
Patrono: Frei José Gonçalves Barroso
Fundadora: Maria Rita dos Santos
CADEIRA Nº 24
Patrona: Alina Leite Paim
Fundadora: Dirce Rodrigues da Costa Nascimento
CADEIRA Nº 25
Patrono: Walmir Lopes de Almeida
Fundador: Carlos Eduardo Muniz de Almeida
CADEIRA Nº 26
Patrono: Manuel Joaquim de Oliveira Campos
Fundador: Sergio Teles das Chagas
CADEIRA Nº 27
Patrono: Marcelo Déda Chagas
Fundadora: Ana de Araújo Reis
CADEIRA Nº 28
Patrona: Núbia do Nascimento Marques
Fundador: Luiz Henrique Santos Vieira
CADEIRA Nº 29
Patrono: José Eugênio de Jesus
Fundador: Carlos Magno do Espírito Santo
CADEIRA Nº 30
Patrono: Artur Bispo do Rosário
Fundador: André Lucas Trindade Correia (André Comanche)
CADEIRA Nº 31
Patrono: Manoel Cardoso Reis
Fundadora: Ana Cláudia Sousa Mendonça
CADEIRA Nº 32
Patrona: Maria Judite de Melo Andrade
Fundador: Hélio de Souza Oliveira
CADEIRA Nº 33
Patrona: Maria das Graças Azevedo Melo
Fundadora: Maria Salete da Costa Nascimento
CADEIRA Nº 34
Patrono: Leosírio Guimarães
Fundador: Edson Silva Nascimento (Maestro Dida)
CADEIRA Nº 35
Patrono: Luiz Alberto dos Santos
Fundador: João Francisco dos Santos (Chico Buchinho)
CADEIRA Nº 36
Patrono: João Oliva Alves
Fundadora: José Expedito de Souza
CADEIRA Nº 37
Patrona: Rosa Moreira Faria
Fundador: Charles Henri Oliveira Santos
CADEIRA Nº 38
Patrono: Mário Jorge Menezes Vieira
Fundador: Everton José dos Santos (Everton Poeta)
CADEIRA Nº 39
Patrono: João Silva Franco (João Sapateiro)
Fundador: Adelmo Pelágio de Andrade Filho
CADEIRA Nº 40
Patrono: Eliziário Prudêncio da Lapa Pinto
Fundador: José Denivaldo dos Santos

Os Acadêmicos Correspondentes são: 1.Francisco da Chagas Vasconcelos – Portugal, 2.João Paulo Araújo de Carvalho – Nossa Senhora das Dores – SE, 3.Jennifer Silva Melo – Itaocara – RJ , 4.José Inácio Ribeiro Marinho – São José de Ubá – RJ, 5.Maria da Conceição de Castro – Salvador- BA, 6.Helvia Miranda Machado de Melo – São Caetano do Sul-SP, 7.Celina Bezerra da Silva – Salvador- BA, 8.Uberlange da Silva Barreto – Nossa Senhora de Aparecida – SE, 9.Edilde da Conceição Cândido – Cabo Frio – RJ, 10.Magna Cristina de Oliveira Silva – Arapiraca - AL, 11.Solange da Gama Pinheiro – Cristinápolis – SE, 12.Evanilson Oliveira de Santana – Canindé do São Francisco – SE, 13.Augusto César Leite de Carvalho – Brasília, 14.Silvanira Francisca – Barcelona-Espanha, 15.Antônio Charles Melo Feijão – Groaíras – CE, 16.Cícero Thiago Sotero da Silva – Maravilha – CE, 17.Maria Alice Lima Ferreira – Estrela Dalva – MG, 18.Elinalva Alves de Oliveira – Fortaleza – CE, 19.Antônio Marcos Bandeira – Fortaleza – CE, 20. Tina Correia – Rio de Janeiro – RJ.

Sobre a idealizadora, a Educadora Cris Souza, com as orientações do imortal Domingos Pascoal de Melo e de Neide Honorato sua irmã, é uma ativista literária que desde 2013, organiza vários eventos literários exitosos. Sob sua batuta, acontece o Café Poético Sergipano, o Sarau Sergipano de Mulheres, os Insones Poéticos (plataforma virtual), o Prêmio Café Poético Sergipano, que aconteceu este ano em sua primeira edição e a Academia de Letras Estudantis de Sergipe-ALES. Antologista, já organizou seis antologias e uma delas, somente com as crianças das escolas públicas. Acredita na força jovem e que a literatura tem a força necessária para transformar uma sociedade, deixando mais justa e igualitária.
Projetos da ALCS para o ano de 2020: Livro biográfico dos patronos e dos acadêmicos, conferências sobre temas relevantes para a sociedade, concursos literários e o Prêmio Manoel José Bomfim.
Idealizada, fundada e instalada, agora começaremos a escrever a história da Academia Literocultural de Sergipe. Somos sessenta pessoas interessadas em fazer mudanças significativas no cenário cultural, literário e artístico de Sergipe, juntamente com as demais arcádias que aqui estão instaladas. Juntos seremos fortes e capazes de fazer um movimento transformador e potente. Irmanados num só ideal, o de unir o povo em prol de nossa própria identidade, de nossas raízes e de deixar nos anais da História, a encantadora biografia do povo sergipano.

O que você está buscando?