Entrevista com o subtenente Roberto Soares Freire da Costa

Domingos Pascoal, 08 de Maio, 2021

O nosso entrevistado de hoje é o jovem subtenente Roberto Soares Freire da Costa, que comanda, nas cidades de São Domingos e Lagarto, uma equipe formada por cinco policiais: ele próprio, o cabo Bony Rogério Lopes e os soldados: Marcelo Santos Santana, Henrique Gleizer da Silva Barbosa Filho, Diogo Gomes Lobo.

 1. Dpascoal - QUEM É O SUBTENENTE ROBERTO SOARES FREIRE DA COSTA?

 SUBTENENTE SOARES - Uma pessoa simples, que valoriza a verdade, a família, os bons costumes, o respeito ao próximo, e que gosta de ajudar a todos. Estes valores foram-lhe passados pela senhora sua mãe, Dona Maria Jose Freire da Costa, a sua maior referência de vida, de honestidade e de amor. Natural de João Pessoa na Paraíba, migrou para Sergipe, juntamente com a família e é muito feliz e realizado em viver aqui. Trabalhou em outras empresas, porém, sempre se preparando para um dia se tornar policial, um sonho acalentado desde a infância, até que em 1990, conseguiu ingressar na briosa PMSE – Polícia Militar do Estado de Sergipe. Foi o triunfo do seu esforço e dedicação e, até hoje, está muito satisfeito e se realizando a cada dia, faz o que gosta e, gosta do que faz. Seu maior objetivo é sempre fazer um pouquinho mais do que aquilo que que se comprometeu a fazer. É neste passo extra que repousa toda a sua boa-vontade e realização. Fazer somente o que lhe indica o protocolo, é pouco, ele quer fazer mais. O seu maior objetivo é a paz social

 2. Dpascoal - QUAL É A MISSÃO DO SUBTENENTE SOARES COMO LIDER DE UMA EQUIPE DA POLÍCIA MILITAR DE SERGIPE?

 SUBTENENTE SOARES - Fazer, juntamente com todos do grupo, o nosso melhor pelo outro e pela sociedade, usando os meios mais apropriados e os recursos, material e de gestão, mais indicados, na solução dos conflitos.

 3. Dpascoal - CONTE-NOS O QUE ACONTECEU NO DIA 26 DE FEVEREIRO DE 2021

 SUBTENENTE SOARES - Naquele dia 26 de fevereiro de 2021, recebemos, pela central, um chamado de urgência, pois uma pessoa ameaçava se projetar de uma ponte rumo a morte. Imediatamente, analisamos a situação e, concluímos ser esta operação de competência do Corpo de Bombeiros. Todavia, mesmo assim, cumprimos a nossa missão nos dirigindo, com duas viaturas, uma de Lagarto e outra de São Domingos, nos deslocamos o mais rápido possível ao local indicado e, enquanto nos locomovíamos, fizemos as devidas comunicações aos homens do fogo recomendando a urgência que a ação requeria. Chegando, ao cenário da ocorrência verificamos que a situação era muito mais delicada do que imaginávamos; havia perigo iminente e, com certeza, os Bombeiros, devido à distância onde se encontravam, não chegariam a tempo. Cada segundo era muito importante. Diante disso, foi necessário se antecipar e agir. A equipe foi imediatamente colocada em movimento, sob o comando do subtenente Freire, a fim de cumprir com a obrigação de abortar a tragédia anunciada e prestes a acontecer. Usando técnicas aprendidas na Academia Militar. Foram feitas as aproximações, o Soldado Lobo, de forma precisa e inteligente, foi ganhando a confiança daquela Senhora e, enquanto conversava, se aproximava, mesmo com a sua recusa, dizendo para não se aproximar, senão ela se atiraria. Mas, ele continuou falando palavras encorajadoras, de conforto de segurança e de carinho..., mas, de repente, a senhora transtornada pela situação, sinalizou que ia, realmente, se atirar se desvencilhando de uma fina corda que a prendia à estrutura da ponte. Foi aí que o valoroso Soldado Lobo, por ser o que mais próximo estava, mesmo colocando a sua própria vida em risco, pois poderia desabar para o precipício, juntamente com a quase suicida, jogou-se em sua direção e agarrou-a pelo braço, os outros policiais chegaram imediatamente e juntos, segurando os dois e, cuidando para não precipitar-se os quatro conseguiram impedir a tragédia, retirando com muito cuidado, dona Cilene que, desesperada pela situação pela qual passava juntamente com seus filhos, tentava dar um final aquele sofrimento através da subtração da sua existência.

 4. Dpascoal - FALE UM POUCO SOBRE O QUE LEVOU A SENHORA CILENE AQUELA SITUAÇÃO?

 SUBTENENTE SOARES - Senhora Cilene vinha e continua passando, ainda, por muitos problemas financeiros e emocionais, mora num lugar bem violento, padece de uma depressão pós parto. Vândalos tocaram fogo na sua casa em que morava, queimando tudo, o que a obrigou a alugar um outro cômodo para morar com as suas filhas. As dificuldades, que já eram muitas, só aumentaram. Com a chegada da COVID se tornou insustentável, ela não suportando tanta pressão, acreditou que a única saída seria tirar a própria vida. A tragédia não se efetivou pelas graças Divinas e o excelente trabalho da corajosa equipe do subtenente Roberto Freire, que, mesmo após a exitosa operação de salvamento, continuaram, juntamente com pessoas de boa-vontade da sociedade local, alguns médicos, jornalistas, e várias outras pessoas resolveram continuaram ajudando a dona Cilene.

 5. Dpascoal - FALE UM POUCO DA SUA EQUIPE, SE POSSÍVEL, NOMINANDO SEUS COMPANHEIROS?

 SUBTENENTE SOARES - São todos bons profissionais, comprometidos com as boas causas, esforçados ao extremo, cuidam com muito esmero pelo bem-estar da população, sempre atentos às condições físicas do local de trabalho e na organização dos municípios de São Domingos e Lagarto, onde prestam seu trabalho: o cabo Bony Rogério Lopes, um policial solicito, dedicado e muito eficiente no que faz; o soldado Diogo Gomes Lobo, um ser humano simples, ímpar, sensível e muito preciso nas suas ações;  e os soldados Marcelo Santos Santana e Henrique Gleizer da Silva Barbosa Filho, são dois excelentes agentes da lei, completos, eficientes e estrategicamente eficazes no que fazem.

 6 – Dpascoal - FALE SOBRE SEUS MAIORES PRÊMIOS?

 SUBTENENTE SOARES – Eu e a nossa equipe recebemos muitos prêmios. O mais importante foi o outorgado pelo Comandante da Polícia Militar de Sergipe, Cel. Marcony Cabral Santos, pela precisa atuação da equipe no salvamento de Dona Cilene, no dia 26 de fevereiro de 2021. Pelos mesmos motivos, recebemos muitas e honrosas Moções de várias Academias Literárias de Sergipe, a começar pela quase centenária Academia Sergipana de Letras, Academia Lagartense de Letras, Academia Gloriense de Letras, Academia Cristinapolitana de Letras e Humanidades, Academia Sancristovense de Letras e Artes, Academia Itabaianense de Letras, Academia Japoatãnense de Letras e Artes, Academia de Letras Estudantil de Japoatã, Academia Paramaçônica Maçom Walmir Lopes de Almeida, Academia de Letras Estudantil de Japoatã, Café Poético e Filosófico Lagartense, Projeto Agrevida, (Projeto Agreste pela Vida), Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente,  Projeto Viajando na Leitura de Amparo de São Francisco, UNIVERSO, Cursos e Consultoria. O Subtenente Roberto Freire já teve a honra de receber das Câmaras Municipais de: Lagarto, Poço Verde e Riachão dos Dantas os títulos de Cidadão Lagartense, Poço Verdense e Riachense, pelo reconhecimento daquele povo bom, aos esforços de um policial que bem prestou o seu trabalho àquelas comunidades.

 7. Dpascoal - DEIXE UMA MENSAGEM AOS MAIS JOVENS.

 SUBTENENTE SOARES – Jovem, acredite em você, seja otimista, saiba que tudo o que existe no mundo é de Deus e, se é de Deus é de todos nós. Depende somente de cada um ir, com honestidade, esforço e trabalho, em busca de sua parte. Ela está lá. Nunca aceite nada fora deste padrão, não acredite em vida fácil, pois o que vem fácil, mais fácil ainda vai embora não constrói dignidade, nem vida feliz. Aprenda, que somente a conquista individual e constante, dia a dia, lhe trará realização plena e felicidade. Portanto, trabalhe muito, leia bastante, se prepare para sempre está a um passo a frente: “pense grande, comece pequeno e, nunca pare de crescer”. Aprenda, também, que opiniões alheias e descompromissada com a verdade não importam muito. Leia Muito, estude e Ore ao Senhor Teu Deus. Lembre-se do sábio provérbio oriental que diz:

 “Homens fortes criam tempos fáceis e tempos fáceis geram homens fracos, mas homens fracos criam tempos difíceis e tempos difíceis geram homens fortes”.

O que você está buscando?