Série B: Dragão perde no Rei Pelé

Portal 93noticais transmitiu a derrota do dragão para o galo

Adel Ribeiro, 13 de Junho, 2021 - Atualizado em 13 de Junho, 2021

Foto: Lucas Almeida / Confiança 


“Acho que o resultado mais justo era ter saído daqui com um empate”. Frase do treinador Rodrigo Santana, após o jogo diante o CRB-AL, que condiz com momentos bons vividos pelo Confiança na partida, mas que, não soube aproveitar mais um vez a prática do bom futebol, principalmente, na etapa final do jogo, na tarde e noite deste sábado, 12, no Rei Pelé, válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, quando o Dragão perdeu por 3 a 2 e terá que correr atrás do prejuízo no jogo da próxima terça-feira, contra o Brasil de Pelotas-RS, na Arena Batistão.

No jogo diante o CRB, apesar da proposta de jogo imposta pelo treinador Rodrigo Santana, foi de ter que buscar o resultado a todo custo, marcando em linhas altas um dos pontos atribuídos, o que se viu foi um Confiança, mesmo jogando bem, tendo que corre atrás do resultado motivados pela iniciativa do adversário. Somente no primeiro tempo de jogo foram dois gols para cada lado, os donos da casa sempre partindo na frente do marcador, situação que se agravou no segundo tempo, quando no terceiro gol do CRB, tento que definiu o placar na capital dos marechais.

Em apenas vinte e dois minutos de jogo já havia saiu quatro gols, o pontapé inicial sempre partindo pelo Galo da Pajuçara, que abriu o escore aos 11 minutos, numa tabela entre o meia Alisson Farias e o atacante Hyuri, que chutou rasteiro para um boa defesa do arqueiro proletário Rafael Santos, mas na sobra, a zaga vacilou e o mesmo Alisson Farias aproveitou para inaugurar o placar. Não demorou muito, e aos 13 minutos, o Dragão chegou ao gol de empate numa bola alçada pelo ala-esquerda Luciano Juba, caindo na cabeça do meia-atacante Neto Berola, que se encarregou em deixar tudo igual.

Ainda na primeira etapa de jogo, o CRB viu o buraco deixado quando o Confiança adiantava às linhas, e foi ai que uma bola “rouba” acabou caindo nos pés do atacante Hyuri, que entrou livre entre os zagueiros proletários e só teve o trabalho de colocar no canto direito do goleiro Rafael Santos. Mais uma vez coube ao Confiança ter que buscar o empate e foi numa tabela entre Neto Berola e o ala-direita Lendro Silva, que penetrava na área e chutava rasteiro em direção à pequena área, para o estreante atacante Alex Henrique, tirar do goleiro regatiano Diogo Silva, igualando mais um vez o marcador, resultado que foi até a conclusão da etapa.

Surge a etapa conclusiva e os visitantes continuaram impondo um melhor futebol, até porque, o CRB vinha de encontros vitoriosos, que exigiram bastantes dos atletas comandados pelo treinador Alan All, o último deles, contra o Palmeiras, que resultou na classificação à fase oitavas-de-final da Copa do Brasil. O Dragão teve algumas chances de desbancar o seu oponente, mas não transformou isso em gols e acabou, aos 39 minutos, sendo surpreendido pelo “baixinho” Dudu, que aproveitou um lançamento na área e de cabeça colocou por cobertura no arco defendido por Rafael Santos, dando números finais, na vitória regatiana. Final 3 a 2, CRB.

Para o treinador proletário, a derrota foi injusta e o Dragão poderia ter saído com um resultado melhor, pelo menos o empate. "Sempre é muito difícil jogar, muito mais sair atrás do placar. A equipe teve forças para buscar o resultado, buscar o empate por duas vezes, inclusive jogado mais, com mais volume de jogo, criando chances, só que, infelizmente, no segundo tempo, tomou o gol no finalzinho e não conseguiu ter força para buscar o resultado mais justo aqui, que era no mínimo o empate", avaliou Rodrigo Santana.

Confiança com a derrota cai para a décima segunda colocação e terá pela frente, na noite da próxima terça-feira, 15, na Arena Batistão, em Aracaju, o Brasil de Pelotas, que vem de uma derrota de virada no Bento de Freitas, em Pelotas, para o Vasco da Gama-RJ. Já o CRB, segundo colocado na competição, com sete pontos vai enfrentar o Goiás, no Hailé Pinheiro, em Goiânia-GO, jogo que acontece também, na terça-feira, às 21h30min.

Ficha Técnica

CRB: Diogo Silva; Reginaldo Lopes, Gum, Frazan e Guilherme Romão (Alexandre Melo); Marthã (Claudinei), Ewandro (Ericl), Jean Patrick e Diego Torres (Dudu); Hyuri e Alisson Farias (Calysson). Técnico: Alan All.

ADC: Rafael Santos; Leandro Silva, Ney Bareiro, Victor Salinas e Luciano Juba (Everton Santos); Bruno Sena, Neto Berola (Willians Santana), Álvaro (Rafael Vila) e Daniel Penha; Alex Henrique (Lucas Barcelos) e Luidy (Iago Silva). Técnico: Rodrigo Santana.

Cartão Amarelo

Guilherme Romão, Marthã e Hyuri (CRB). Leandro Silva e Luciano Juba (ADC).

 

Arbitragem

Trio do Amazonas: Ivan da Silva Guimarães (central), Ander Rodrigues Lopes Júnior (assistente 1) e Hugo Agostinho Chaves da Paixão (assistente 2). Nota: 9,0.

O que você está buscando?