Confiança perde para Vasco, no São Januário

Transmitido pelo Portal 93Noticias

Adel Ribeiro, 04 de Julho, 2021 - Atualizado em 04 de Julho, 2021


Uma tarde de bom futebol praticado pelo Confiança, porém mais uma vez pecou na finalização, deixando a vitória escapar e no lugar surgindo a derrota para o Vasco da Gama, neste sábado, 3, no São Januário, no Rio de Janeiro, pela nona rodada da Série B Brasileira. O único gol do jogo foi assinalado pelo meia MT recebendo passe do atacante Gérman Cano.

Se for buscar na estatística, nos números, o Dragão foi superior, na partida diante o time da Cruz de Malta, mas acabou sendo derrotado e ficando ameaçado pelo fantasma da zona do rebaixamento com oito pontos. A ameaça pode ser eliminada se os que estão abaixo do clube azulino não vençam na rodada.

O Confiança teve algumas oportunidades e acabou desperdiçando com Neto Belora, Gustavo Ramos, Álvaro, Daniel Penha e Hernane Brocador. Como já diz o ditado que "quem não faz, leva", foi assim, que aos 14 minutos uma triangulação envolvendo Gabriel Pec, Gérman Cano, que serviu MT, pela esquerda tocar rasteiro fazendo o único gol do jogo aos quatorze minutos.

Na segunda etapa de jogo, tanto Confiança quanto Vasco tiveram oportunidade de marcar, mas a partida ficou mesmo no 1 a 0, para os donos da casa.

Para o encontro diante o Vitória, no próximo dia 10, sábado, às 19h, o Dragão não contará com o zagueiro Nirley, punido com o terceiro amarelo. Por outro lado, o clube do bairro Industrial terá o retorno do zagueiro Nery Bareiro.

Ficha Técnica 

Vasco - Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castán e Andrey (Miranda); Michel (Figueiredo), Zeca, MT (Arthur) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Gabriel Pec (Caio Lopes) e Gérman Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

Confiança - Rafael Santos, Marcelinho, Nirley, Salinas e João Paulo; Gilberto (Bruno Sena), Neto Berola, Álvaro (Ítalo) e Daniel Penha (Renan Areias); Hernane Brocador (Alex Henrique) e Gustavo Ramos (Robinho). Técnico: Rodrigo Santana.

Cartão Amarelo 

Zeca e MT (Vasco). Rafael Santos, Nirley e Gustavo Ramos (ADC).

Arbitragem 

Rodrigo Batista Raposo (central)

Kleber Alves Ribeiro (Linha 1)

Lucas Torquato Guerra (Linha 2)

Nota 5,5 - Obs: Na origem do gol vascaíno houve toque e o árbitro não deu. Álvaro foi pisado no calcanhar dentro da área e o árbitro não marcou o penal, portanto influenciou no marcador.

 

 

O que você está buscando?