PERDA TOTAL (?)

José de Almeida Bispo, 28 de Julho, 2022 - Atualizado em 28 de Julho, 2022

 

 

É impressão minha, ou Itabaiana está prestes a perder o bonde da História, ao deixar escorrer entre os dedos a dádiva divina, descida dos céus, “de graça”, sem custar um centavo, numa enfermaria da Maternidade São José? Porque do jeito que tá indo, só restará referências à Itabaiana na história da canonização de Santa Dulce dos Pobres no Vaticano, lá permanecendo como desbotado registro.

Estátuas? As três quem tem desmoronarão sob o peso dos anos e o descaso por “uma Santa que não pegou”. Como a do Loteamento Santa Dulce, há mais de três anos já sob suspeita de sujeito as pedradas do vandalismo (montagem fotográfica em anexo).

Um a um os entusiasmados de primeira hora abrirão mão de estar malhando em ferro frio. E Itabaiana continuará a ser apenas um subúrbio “nobre” da capital
Enquanto Salvador, detentora de uma das melhores estruturas do turismo nacional, dedica especial capítulo à santa... Itabaiana faz ouvidos de moucos, justo quando tem o oportunidade de ouro, de graça pela graça concedida em 12 de janeiro de 2001, depois de uma hemorragia de 18 horas na Maternidade São José.

É profundamente entristecedor que onze anos depois estejamos fazendo turmas de romeiros ao Santuário baiano enquanto por aqui... apenas iniciativas pessoais que logo se desvanecerão diante da indiferença. Sequer uma referência mais palpável.
Ao mesmo tempo, situação e oposição só têm olhos “pr’aquilo”: suculentos cargos públicos do próximo governo. É lá se vai mais um dia.

E “Seregippe delrey cum Itapuama”(*) pelo ralo.

*Nome de mapa holandês de Sergipe, em 1646.

O que você está buscando?