O programa Enxerga Sergipe alcançou a marca de 5.157 cirurgias oftalmológicas em um ano, beneficiando milhares de sergipanos. Esta iniciativa do Governo do Estado, em parceria com os municípios, não apenas reduziu o tempo de espera para os pacientes, mas também melhorou significativamente a qualidade de vida dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Distribuição dos Procedimentos

Os procedimentos foram distribuídos por várias regiões do estado:

Para julho, novas cirurgias de catarata estão programadas para Propriá nos dias 19 e 20, a serem realizadas em Japoatã, e para Nossa Senhora do Socorro nos dias 25 e 26, na capital Aracaju.

Depoimentos de Beneficiários

A dona de casa Marinalva Rodrigues, 73 anos, expressou sua alegria e alívio após a cirurgia de catarata. “Me sinto aliviada em poder realizar a cirurgia de forma gratuita e estou esperançosa que vou poder retornar totalmente às minhas atividades diárias que antes estavam comprometidas, a minha visão estava turva”, relatou.

A aposentada Lindaura Alves, 59 anos, também compartilhou seu entusiasmo. “Não consigo enxergar nada e muito menos ler a Bíblia como eu gostava, mas creio que tudo isso mudará após a minha recuperação”, disse.

Saúde Ocular em Destaque

No Dia Mundial da Saúde Ocular, comemorado em 10 de julho, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) destacou a importância da prevenção e do diagnóstico precoce de doenças oculares, que podem levar à perda de visão se não tratadas. Entre as doenças mais frequentes estão catarata, glaucoma, retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade e erros de refração como miopia e astigmatismo.

O oftalmologista José Antônio Santos, do Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), reforçou a importância de manter a saúde ocular em dia. “Diminuir a exposição às telas, principalmente na infância e adolescência, realizar exames regulares e manter uma dieta saudável são algumas medidas de prevenção”, salientou.

Doenças Comuns e Cuidados Necessários

Doenças como conjuntivite e hordéolos (terçol) também são frequentes. É crucial evitar coçar os olhos e manter uma higiene diária adequada. Os adultos devem prestar atenção ao glaucoma e à catarata, observando o histórico familiar e fazendo visitas regulares ao oftalmologista. “No glaucoma, o principal cuidado é observar o histórico familiar e visitar o oftalmologista frequentemente. Já na catarata, é importante ter cuidado com o uso de corticoides e, em caso de diabetes, manter o controle da doença, visto que esses fatores precipitam o aparecimento precoce”, explicou José Antônio Santos.