Lula reitera críticas a Israel, denunciando genocídio contra palestinos

Redação, 24 de Fevereiro , 2024 - Atualizado em 24 de Fevereiro, 2024


Após a polêmica gerada no fim de semana ao comparar a ação de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) retomou suas críticas à postura do país no conflito. Em nova declaração, Lula reforçou sua posição, classificando as ações de Israel como um genocídio contra os palestinos.

Diferentemente da primeira declaração, Lula evitou fazer comparações diretas com os nazistas. No domingo (18), suas declarações geraram controvérsias e receberam duras críticas por parte das autoridades israelenses. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e o chanceler israelense, Israel Katz, exigiram uma retratação do ex-presidente brasileiro, destacando a gravidade e o impacto de suas palavras no cenário internacional.


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc api.clevernt.com/3ed9a8eb-1593-11ee-9cb4-cabfa2a5a2de/ google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc UA-190019291-1 google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc