Oposição quer que Henrique Prata compareça à Alese para esclarecer denúncia sobre Hospital de Amor de Lagarto

Redação, 27 de Fevereiro , 2024

A oposição na Assembleia Legislativa quer saber mais sobre as denúncias feitas por Henrique Prata, presidente do Hospital do Amor, de que o Governo do Estado de Sergipe estaria dificultando a instalação da unidade de Lagarto. Segundo o deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania), será feito um convite para que o administrador compareça ao Parlamento para falar sobre o assunto.

Em entrevista ao Programa Pânico, da Rádio Jovem Pan, o presidente disse que o Hospital de Lagarto não está atendendo a população por uma decisão do Governo de Sergipe, que não liberou uma rubrica para o SUS. “Um hospital totalmente pronto e o Governo do Estado de Sergipe falou que está construindo um e que não vão dar a rubrica de Centro de Referência para esse hospital porque daqui há dois anos terá um deles”, denunciou.

Segundo Henrique Prata, foi necessário buscar apoio do presidente Lula para encontrar uma solução. “Tive que ter uma audiência com o presidente. Fui direto no coração dele e ele mandou abrir o primeiro hospital interestadual. Quebrou uma norma, uma regra, porque o pedido para me tornar um serviço público tem que partir do Estado”, assegurou.

O deputado Georgeo Passos destacou a gravidade dessa denúncia. “É algo que precisa ser apurado. Foi uma declaração feita em um veículo de imprensa de alcance nacional, não são palavras ao vento. Temos que levá-la a sério. Além disso, estamos tratando de vidas e não podemos deixar de buscar as devidas explicações”, cobrou o parlamentar.

“É fundamental que o Governo do Estado forneça explicações claras sobre o motivo pelo qual a instalação do Hospital de Amor em Lagarto está sendo dificultada. A bancada de oposição está unida e vamos querer saber por qual razão estão impedindo que um equipamento como este, já pronto, não seja autorizado a atender a população”, completou.

Além do presidente do Hospital de Amor, Georgeo diz que também deverá ser convocado para prestar esclarecimentos o secretário de Estado da Saúde. Para o deputado, essa situação demonstra a importância da transparência e do compromisso com a saúde pública. “O acesso à saúde de qualidade é um direito fundamental dos cidadãos e qualquer obstáculo a isso deve ser investigado e resolvido prontamente”, finalizou.


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc api.clevernt.com/3ed9a8eb-1593-11ee-9cb4-cabfa2a5a2de/ google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc UA-190019291-1 google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc