Vereadores de Lagarto aprovam doação de terreno para construção do Hospital de Amor

Redação, 09 de Julho, 2020 - Atualizado em 09 de Julho, 2020


A 28ª Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Lagarto foi marcada pela aprovação dos parlamentares a respeito da doação de terreno do município para a Fundação Pio XII, destinada à construção do Hospital de Amor. Esse espaço de 444.903,65m² localiza-se nas margens da Rodovia SE/170, situado no povoado Urubutinga.

O vereador Josivaldo dos Brinquedos foi o primeiro a destacar o quanto a construção do hospital trará protagonismo ao município. “A gente sabe da importância do Hospital de Amor para o país e a cidade de Lagarto está sendo de certa forma agraciada com esse empreendimento da saúde. Sabemos que esse hospital não será apenas para Lagarto, mas sim para o Nordeste. E a Câmara de Vereadores está fazendo a sua parte também e é importante que a população veja o valor do Legislativo”, salientou.

Sendo o primeiro empreendimento do porte no Nordeste, a chegada do Hospital de Amor em Lagarto é resultado de uma soma de esforços. E isso o vereador e presidente da Casa Legislativa Eduardo de João Maratá aproveitou para salientar.

“Esse projeto poderia ter ido pra qualquer lugar. Pra Aracaju, Itabaiana, assim como muitas vezes acontece. Por isso tenho certeza que se não houvesse uma pessoa daqui junto do senhor Henrique Prata, criador do Hospital de Amor, pode ter certeza que isso não aconteceria. Por isso quero agradecer ao meu amigo Juquinha por tudo. Não poderia deixar de agradecer também aos três partidos considerados maiores aqui em Lagarto, que também tiveram fundamental importância. Aproveito para relembrar que esse projeto não é de hoje. Ele vem do passado, lá com a carreta do câncer, com o ex-prefeito Valmir Monteiro. A gente fica feliz com a dedicação do Legislativo, assim também como com a agilidade da prefeita Hilda Ribeiro porque na política tudo é somação”, afirmou, assertivo.

E complementou “como representantes do povo nós temps que deixar essa mania de cada um defender o seu grupo. Nós temos que defender o bem da população”.

Para o vereador Clayton Moore, esse momento só reafirma o quanto o município tem se tornado um polo nacional de referência na área da saúde. “É um marco para a história de Lagarto a construção do Hospital de Amor. Todos aqui são conscientes da importância e da magnitude de um empreendimento desses”, citou.

Já o vereador Gilberto da Farinha destacou a alegria de poder ver o Legislativo contribuindo com um projeto tão grandioso. Ele parabenizou a todos que possibilitaram esse resultado positivo para Lagarto.

“Mais uma vez mostramos que quando saímos do lado partidário, do lado político. Quando o parlamentar desce do palanque, o município de Lagarto é beneficiado”, disse o vereador Alex Dentinho. Para ele, essa é a oportunidade tão esperada dos parlamentares mostrarem sua parcela de contribuição.

Quem se manifestou diante do cenário foi o parlamentar Fábio Frank. “Estamos vivendo um momento de extrema alegria, de satisfação. Isso é o ínicio de um momento único, em que nós como vereadores estamos podendo fazer parte aprovando essa doação”, explicou ele, que aproveitou para agradecer a todos que fizeram parte do processo.

A palavra gratidão também foi destaque na fala da vereadora Marta da Dengue, que demonstrou orgulho diante do destaque que a cidade de Lagarto terá diante do empreendimento.

A vereadora Creusa do Oiteiro deu ênfase ao trabalho do Legislativo diante desse cenário. “Essa Casa se empenha para votar nos projetos que venham favorecer e trazer benefícios ao nosso município de Lagarto”, disse.

Zé do Perfume foi mais um dos parlamentares a agradecer a todos que se envolveram no projeto que trará o Hospital de Amor para Lagarto. Para ele, participar desse momento é “deixar um marco na história”.

O vereador Gordinho agradeceu aos deputados federais e senadores que contribuíram para esse momento e citou ainda que “os moradores de Lagarto colherão os frutos do que estamos plantando hoje”.

Outros vereadores como JC, Jocelmo de Antônio Simões, Baiano do 13, Washington da Mariquita e Soró também se manisfestaram, todos em tom de agradecimento.

Fonte: Ascom CML.

O que você está buscando?