Luto! Presidente de time de futebol é esfaqueado por jogador e morre

Vinicius Corsini, de apenas 20 anos, foi preso e responderá pelo crime

Redação, 16 de Setembro, 2020 - Atualizado em 16 de Setembro, 2020

O presidente do Nacional-PR e candidato a vereador de Rolândia, o empresário, José Danilson faleceu na noite desta quarta-feira. O mandatário, esfaqueado por um jogador com passagem recente pelo clube, chegou a ser transferido para o Hospital do Coração de Londrina, mas acabou não resistindo aos ferimentos. As informações são do Jornal de Rolândia e confirmada pelo Portal Futebol Interior.

O homicídio aconteceu na Rua Santa Catarina, esquina da Rua Hugo Maria do Vale, próximo a empresa KonexTelecom, que tem José Danilson como um dos proprietários, e partiu do jogador, identificado como Vinicius Corsini, de apenas 20 anos. Ele foi preso e levado à delegacia.

Vinícius deu duas facadas em José Danilson, sendo uma na região do pescoço e uma na perna. Após a agressão, jogou a faca em uma residência próxima e tentou fugir. O atleta, no entanto, foi parado por populares, até a chegada da polícia.

Ao ser abordado, o jogador afirmou que cometeu o crime por ter uma desavença com o ex-mandatário dos tempos em que atuou no Nacional.

 

José Danilson faleceu nesta quarta-feira
O atleta iniciou a carreira no Rolândia e passou por Nacional e São Paulo Crystal. Atualmente, estava sem clube. Não se sabe ao certo o que levou o atleta a cometer tal ação. 

SÉRIE D
O Nacional fará sua estreia na Série D do Campeonato Brasileiro deste sábado, às 15h30, no estádio Erich George, diante da Ferroviária-SP. O clube paranaense ainda não se pronunciou sobre o caso, mas tudo leva a crer que pedirá adiamento da partida.

Confira a nota emitida pelo hospital:

O empresário José Danilson Alves de Oliveira faleceu na noite desta quarta-feira (16), depois de ser atacado por um ex-atleta do Nacional, time que ele dirige deste a década de 2000. Atendido no hospital São Rafael, Danilson foi levado ao Hospital do Coração, em Londrina, onde veio a óbito.


O paciente deu entrada no Hospital do Coração de Londrina em estado gravíssimo. Foi prontamente levado para o centro cirúrgico e passou por procedimento de emergência com a equipe de cirurgia torácica. Contudo não foi possível reverter o quadro e, infelizmente, houve o óbito.

Por: Futebol interior 

O que você está buscando?