Adema realiza soltura de animais silvestres

Cobra, coruja, pica pau, gaviões e sariguês foram reinseridos na natureza

Redação, 20 de Novembro , 2020

Após denúncia por parte de moradores, uma equipe de fauna da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) resgatou uma cobra-cipó (chironius bicarinatus) no bairro Soledade, na Zona Norte de Aracaju. Popularmente conhecida como boiobi, nome de origem tupi que significa 'cobra verde', o réptil adulto encontrava-se em condição arisca, e, após análise pelos especialistas, foi destinado à soltura em área de reserva ambiental. 

Na cidade de Itaporanga d’Ajuda, a 30 km da capital, uma coruja orelhuda (Pseudoscops clamator), que rondava as imediações da delegacia de polícia também foi resgatada por profissionais do órgão ambiental, a espécie recebeu cuidados primordiais e posteriormente à avaliação, foi encaminhada para o habitat natural. 

Outras solturas
Resgatados há alguns dias e encaminhados ao Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas), localizado no Parque da Cidade, no bairro Industrial em Aracaju, para receberem os cuidados necessários, foram reinseridos na natureza após o tratamento, um pica pau (Picidae), dois gaviões, sendo um da espécie carijó e outro da espécie quiriquiri, além de dois sariguês (Didelphidae).

Plantão Adema 24h

O órgão ambiental reafirma seu compromisso com a preservação da fauna sergipana, dispondo de um serviço de plantão 24h para resgate de animais e orientando a população que ao encontrar qualquer tipo animal silvestre, manter contato  por meio dos telefones (79) 99191 5535, 98819 7558 e 3158-7161 ou pelo aplicativo Adema, em que além das denúncias, o cidadão pode ter acesso à consultas, processos, balneabilidade e transparência do órgão.

O que você está buscando?