De virada, Confiança perde para o Operário

Redação, 12 de Janeiro , 2021


O Confiança perdeu de 2×1 de virada para o Operário de Ponta Grossa-PR e deixou escapar a oportunidade de chegar aos tão sonhados 45 pontos, que teoricamente garantem a presença do time sergipano na Série B no próximo ano. Não foi dessa vez ainda, que o torcedor proletário pode comemorar essa pontuação mágica. Mas o time sergipano ainda tem pela frente mais quatro partidas para conquistar pelo menos três pontos. Umas delas contra o lanterna Oeste-SP.

Com a derrota o inesperada, o Dragão permanece com 42 pontos ganhos, permanece na 14ª. posição, enquanto o Operário soma 48 pontos e não corre mais risco de rebaixamento, podendo lutar por uma vaga no G4. Os gols da partida foram marcados por Iago aos 7’ do primeiro tempo para o Confiança, enquanto Ricardo Bueno, aos 8’ da fase final gol da virada foi marcado nos acréscimos aos 48’ por Reniê.

Jogo Equilibrado – Era um jogo estratégico para o Confiança, que vinha de uma derrota contra o CRB. O time proletário jogando em casa precisava vencer, para fugir mais ainda da Zona de Rebaixamento. A saída era partir para o ataque e o logo aos 7’ o Dragão fez 1×0. Iago, que foi o melhor jogador no primeiro tempo, recebeu de Reis pela esquerda, dá um drible no marcador e bate forte, cruzado. A bola passou por baixo das pernas de Martín Rodríguez.

O Operário reagiu, correu atrás do empate e quase consegue aos 27’. Marcelo cobra escanteio na ponta esquerda com muito efeito. A bola explode no travessão de Rafael Santos. E o primeiro tempo chegava ao final com a vitória parcial do Confiança, mas o jogo estava bem equilibrado.

Um primeiro tempo de poucas emoções. Apenas o belo gol de Iago e o lance em que Marcelo quase marcou um gol olímpico se destacaram em meio a muitas divididas e cruzamentos pouco efetivos para as áreas.

A virado do Operário-PR – No segundo tempo foi o Operário-PR quem começou no ataque. Aos 8’ conseguiu o gol de empate. Marcelo, o homem da bola parada do Operário capricha novamente na cobrança de escanteio e Ricardo Bueno cabeceia livre para empatar o jogo.

Com o empate Daniel Paulista resolveu mexer na equipe. Ele tirou Rafael e colocou Ari Moura, Madison no lugar de Amaral e André Moritz substituiu a Renan Gorne mas as substituições não surtiram efeito porque Matheus Costa mexeu no Operário, povoou o meio de campo evitando as jogadas de ataque do Confiança.

O gol da virada veio aos 48’ do segundo tempo, quando já se pensava que o empate seria o resultado do jogo. Depois da cobrança de escanteio, Reniê mata no peito e chuta no ângulo, sem chances para Rafael Santos. Uma ducha fria para o Dragão. Se o empate já não era um bom resultado, a derrota foi um castigo muito grande para os proletários, que continuam sem repetir as grandes atuações da primeira fase da competição.

A vitória foi um excelente resultado para o Operário que na próxima rodada enfrenta o CRB em Ponta Grossa. O Confiança sai para encarar o lanterna Oeste, no sábado (16) às 21h00 em Barueri-SP. E o Dragão entra em campo com a obrigação de vencer.

Fotos: Luiz Neto

O que você está buscando?