História de vida do vereador Binho emociona parlamentares

Redação, 05 de Fevereiro , 2021

A história de vida do vereador Binho (PMN) retrata a luta do cidadão simples, de pele negra, que vem da classe social mais pobre, estuda em escola pública, se forma na faculdade e conquista, honestamente, espaço na política e na sociedade. Essa história de vida foi lembrada na Sessão parlamentar da última quinta-feira, 4, na Câmara Municipal de Aracaju pelo presidente, Josenito Vitale, (PSD-SE), que se emocionou e derramou lágrimas ao elogiar a conduta social do vereador. “Você é o exemplo de que a Câmara de Vereadores é a Casa do povo, porque você em si a representa”, disse Nitinho, aparteando o discurso de Binho.

O vereador Fabiano Oliveira (PP-SE) usou o aparte e também não poupou elogios ao colega de parlamento. “Você Binho é um homem dedicado à cultura popular, que tem raiz nos festejos juninos, que vivencia os desejos e anseios do povo, merecia estar aqui. Binho, você nos orgulha pelo que você é como ser humano, e pelo que você faz por sua comunidade e pelos bairros de Aracaju, a Câmara ganhou um digno representante do povo”.

Para o vereador Fábio Meirelles (PSC-SE), outro a fazer um aparte, enalteceu as qualidades pessoais de Binho. “Você é um homem digno, um irmão que ganhei nessa vida, tanto pelos laços divinos, quanto pelo exemplo de luta e resistência. Deus o colocou para fazer o bem a todos e sua atuação como cidadão o transformou num político que fará muito por Aracaju. “Você é família, você respira o ar de sua comunidade, você defende os mais carentes, sem vez e sem voz. Parabéns vereador, siga o caminho que Deus o abençoou”.
DISCURSO DE BINHO

Ao usar a palavra na Sessão virtual, o vereador Binho disse que ainda custa acreditar que é um dos 24 parlamentares eleitos para essa legislatura. “A imagem que tenho em mente é dos dias difíceis que passei até chegar aqui. Dias em que me vi diante da fome, do cansaço, da descrença e até do preconceito. Dias de suor e lágrimas. Dias em que Deus era o único ao meu lado, o único a não me deixar desistir”.

Binho relembrou sua história de origem humilde, que, com muito esforço se formou em profissional de Educação Física. O vereador pontuou que também foi difícil a sua escolha artística em ser quadrilheiro junino. “Orgulho-me dessas escolhas, pois como educador físico ajudei a levar saúde e a lidar com as doenças e limitações de muitos adolescentes e jovens. Como quadrilheiro junino, ajudo a manter viva a chama da cultura de nossa terra”.

- Acredito na educação, no esporte e na cultura. Tenho a meu favor a história dos povos, que mostra que quando um povo perde sua cultura e o incentivo à educação, logo deixa de existir, como ensina o filósofo Hegel em: A dialética do movimento. “O movimento da cultura é o espírito de um povo”, ressaltou o parlamentar.

No esporte, Binho garante que tem a experiência em comandar um projeto social vencedor, onde testemunhou a transformação para melhor de tantos jovens talentos, que driblaram as drogas e a ociosidade e marcaram um golaço praticando futsal e outras modalidades esportivas.

Binho listou as prioridades no seu primeiro mandato parlamentar. A educação, o esporte e a cultura são as bandeiras que defenderei na Câmara Municipal de Aracaju. “Esse é meu compromisso com a cidade nos próximos 4 anos. Irei me empenhar por essas áreas e fazer valer a confiança que os aracajuanos depositaram em mim”.

O vereador agradeceu aos 1.376 aracajuanos que confiaram e votaram nele, desejou um bom mandato aos colegas vereadores, destacou o apoio do PMN, através do presidente do diretório estadual, Augusto César Cardoso, e lembrou dos dias tempestuosos que foi amparado pela família. Por fim, pediu a Deus coragem, força e que “continue sendo a grande bússola da minha vida”. Cheguei a esta Casa não foi por sorte. Sempre foi Deus”, concluiu Binho.

Fonte: Assessoria de Imprensa

O que você está buscando?