Ataques cibernéticos ameaça setor financeiro

Ataques cibernéticos são a principal preocupação para 47% das empresas de serviços financeiros no mundo

Redação, 11 de Fevereiro , 2021

Os ataques cibernéticos são a principal preocupação para 47% das empresas de serviços financeiros no mundo. O dado é do relatório Allianz Risk Barometer 2021, publicado recentemente pela Allianz Global Corporate & Specialty. Este é o segundo ano consecutivo em que esse tipo de ameaça aparece no topo da lista.

“O recente caso do megavazamento de dados de 223 milhões de CPFs, entre outras informações dos brasileiros, mostra que as empresas mais do que nunca precisam estar atentas a esta ameaça agindo estrategicamente na questão de proteção de dados e adequação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)”, afirma Gustavo Galrão, Diretor Regional de Linhas Financeiras AGCS Ibero/Latam.

Na segunda posição do ranking estão os riscos da pandemia (40%), com os possíveis impactos na força de trabalho, e em terceiro lugar a interrupção de negócios (31%). Ao todo foram ouvidas 931 empresas de serviços financeiros, de diversos países, que também citaram ter como preocupação as mudanças na legislação e regulamentação (26%), por exemplo, as sanções econômicas, protecionismo, Brexit, além das questões relacionadas aos desenvolvimentos macroeconômicos (19%) como o aumento de preços de commodities, deflação e inflação.

Sobre o estudo

A décima pesquisa anual Allianz Risk Barometer foi realizada com 2.769 entrevistados entre empresas globais, corretores e organizações comerciais da indústria de 92 países. Também foram ouvidos consultores de risco, subscritores, gerentes seniores e especialistas em sinistros no segmento de seguros corporativos.

O que você está buscando?