Adolescente morre ao reagir a abordagem policial

Redação, 19 de Fevereiro , 2021


Por volta das 13h desta sexta-feira (19), policiais do Civis, do Setor de Roubos e Furtos, da Delegacia Regional de Itabaiana com apoio do policiais do 3.° Batalhão de Polícia Militar (3.º BPM), através do GETAM e Força Tática, realizavam diligências com a finalidade de averiguar denúncias quanto à participação de suspeitos em assaltos ocorridos nas regiões dos Povoados Matapoã e Tabuleiro do Chico, Zona Rural do município de Itabaiana, no Agreste sergipano.

Em uma dessas ações criminosas, os meliantes renderam uma família numa chácara na madrugada de terça-feira (16) colocando-as em cárcere e sendo brutalmente agredidas, dentre as vítimas estava uma criança especial de apenas dois anos de idade, que foi torturada e teve a cabeça lesionada.

Durante a tentativa de abordagem a um dos suspeitos, o mesmo empreendeu fuga, dando início ao acompanhamento tático, momento em que o indivíduo efetuou disparos contra os policiais, que de imediato revidaram a injusta agressão.

 

Em seguida, as equipes prestaram o devido socorro ao suspeito, conduzindo o ferido para o Hospital Regional de Itabaiana Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, onde o mesmo acabou não resistindo. O corpo do jovem identificado como Bruno Santana Santos de 17 anos foi recolhido da unidade hospitalar e levado para o Instituto Médico Legal Dr. Augusto César Leite, em Aracaju, para ser submetido ao exame de autopsia. O suspeito era morador do povoado Matapoã e com ele foi apreendido um revólver calibre 32 com seis munições, sendo que três foram deflagradas contra as equipes das forças de Segurança Pública do Estado de Sergipe. 

De acordo com relatos dos moradores, nos últimos meses a população dos referidos povoados já sofreram inúmeros assaltos e todos com atos violentos contra as vítimas. Na última dos bandidos, os delinquentes fortemente armados com escopeta e revólver invadiram uma residência, onde as vítimas foram rendidas e agredidas na cabeça com coronhadas durante o assalto. Na fuga, o grupo formado por cinco indivíduos, subtraiu duas motocicletas, aparelhos de telefones celulares e dinheiro.

A polícia dará prosseguimento as investigações a fim de descobrir os demais envolvidos nos roubos praticados nas referidas comunidades nos últimos dias. Informações sobre os suspeitos podem ser repassadas pelo 190 ou pelo Disque-Denúncia 181. A polícia garante absoluto sigilo.

Da Redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br

O que você está buscando?