Ceasa de Itabaiana tornou-se elefante branco, diz radialista

Redação, 18 de Abril , 2021 - Atualizado em 18 de Abril, 2021


O radialista Roosevelt Santana sempre vem recebendo reclamações de comerciais que queriam ir para o Ceasa de Itabaiana, durante apresentação do seu programa Jornal da Manhã na FM Itabaiana 93.1, sempre relata sobre o não funcionamento da Central de Abastecimento de Itabaiana, apesar de já ter sido inaugurada há mais de um mês pelo Governo do Estado.

 

 
O motivo é que está havendo um empasse entre os comerciantes e a administração da Ceasa, e não se chega a um consenso. Os comerciantes continuam reclamando do preço do aluguel e principalmente da parte estrutural. Segundo a categoria, não há espaço para todos.

“O prefeito Adailton Souza já intermediou duas reuniões entre comerciantes e a empresa que administra a Central, mas até agora o empasse persiste em uma obra que custou mais de 36 milhões de reais e continua inutilizada. Um mês de inaugurada e a Ceasa não está funcionando, como deveria ser. E fica aquela pergunta: como é que vai resolver esse problema?”, questionou Roosevelt Santana.

“A gente não quer que uma obra tão importante, com aspecto tão relevante para o nosso município se transforme num elefante branco porque, infelizmente, nesses trinta dias de entregue não passou disso. Portanto, há uma preocupação porque além dessa questão de preço, que os comerciantes alegam que estão bem acima de suas condições, tem a questão da parte estrutural. O tempo está passando e até agora não se chegou a um consenso com relação a logística de funcionamento”, frisou o radialista.

O comunicador disse ainda temer que façam com o Mercadão de Itabaiana o mesmo que fizeram com o Matadouro Municipal. Caso isto ocorra, ficariam com comerciantes sem escolha alguma?!

O que sabemos é que nessa política da quebra de braço, só quem sai perdendo é o povo itabainense, em especial o trabalhador.

O que você está buscando?