Eduardo Lima busca apoio para questões sanitárias, pedagógicas e atendimento psicológico em retorno às aulas

Redação, 27 de Abril , 2021

O assunto foi debatido durante reunião na sede da Secretaria Municipal da Educação de Aracaju (SEMED). No encontro, Eduardo Lima (Republicanos) explicou para a secretária, Maria Cecília Leite, a importância da presença de psicólogos e assistentes sociais para fazer o acolhimento de alunos, professores e demais servidores envolvidos na rotina escolar. Segundo o parlamentar, esse “retorno às aulas é motivo de preocupação e visto com muita insegurança, tanto sobre as questões sanitárias, quanto pedagógicas e relacionadas à saúde mental”, pontuou.

Desde o início do mês Eduardo Lima vem discutindo o assunto durante as Sessões na Câmara Municipal, em reunião com o Conselho de Psicologia e secretários das pastas de Saúde, Assistência Social e Educação. Com previsão de retorno das aulas para o próximo mês, Eduardo Lima pretende apresentar em plenário uma indicação ao poder executivo para que seja criada uma força-tarefa para atuar nesse acolhimento e atendimento diferenciado no processo de retomada das aulas pelos seis meses seguintes ou até mesmo um ano. Somente na rede municipal de ensino estão matriculados 32 mil alunos.

A proposta foi bem recebida pela secretária Maria Cecília, que se comprometeu a marcar uma reunião com a secretária municipal da saúde, para viabilizar essa parceria entre as pastas, já que psicólogos e assistentes sociais não são lotados na Educação. A intenção é que grupos de trabalho sejam criados para que seja definida a forma de atuação dos profissionais, a dinâmica dos serviços prestados e os pré-requisitos para o atendimento.

Eduardo Lima, levou todas as informações relacionadas ao assunto aos colegas parlamentares que parabenizaram a iniciativa. Anderson de Tuca (PDT), lembrou o trabalho realizado pelo vereador que também é pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e tem ajudado pessoas com distribuição de alimentos e conforto com a palavra de Deus e ressaltou que “trabalhar com criança é mais delicado, por isso, parabenizo sua iniciativa e que esse projeto saia do papel. Sabemos dos sentimentos das famílias, das crianças que estão presas e perdendo pessoas queridas de forma tão rápida e muitas vezes não tem condições de um momento simples de lazer”.

Já a vereadora professora Ângela Melo (PT), disse que o papel dos profissionais de psicologia e assistente social será de muita importância para a educação que vive um momento delicado. “Também apresentei Projeto nesta Casa e quero que seja discutido em breve, mas retorno às aulas só pode acontecer quando tiver vacina para todos. Tá faltando vacina em todo o país por uma irresponsabilidade do presidente”. Em relação a vacinação em Aracaju, Eduardo Lima ressaltou o comprometimento do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) e destacou que já foram 109.107 pessoas imunizadas contra a Covid-19 na capital.

Fonte: Valéria Santana, Assessoria de Imprensa

O que você está buscando?