DESCANSE EM PAZ, IMORTAL por Jerônimo Peixoto

Redação, 01 de Maio , 2021 - Atualizado em 01 de Maio, 2021

DESCANSE EM PAZ, IMORTAL

Hoje fui surpreendido com a notícia do passamento do Jornalista, Escritor e Pedagogo, Euclides Oliveira, uma pessoa muito especial.
Quem o conheceu, de perto, sabe muito bem que se trata de um grande cidadão, cultor das letras, de alma afável e de fino trato, sempre com uma postura educada, comedida e acolhedora.
Eu o conheci, quando de minha passagem pela Catedral Metropolitana de Aracaju. Ele acompanhava D. Huda, sua irmã, outra pessoa extremamente formidável, especialíssima, às missas.
Em momentos de diálogo, percebi o seu gosto pela literatura, pela arte, pela poesia.
Ser humano de intensa atividade intelectual, dado a grandes leituras, mas de uma extremada simplicidade. Diria até que sua marca era a humildade.
Os Céus ganharam um imortal, da cadeira 17 de Academia Lagartense de Letras, para a plenitude da Imortalidade, no Seio Santíssimo da Trindade Eterna.
A terra, entanto, empobreceu. O jornalista, o Escritor, o Professor e o atendente de Gabinete do Palácio foi, finalmente, repousar, deixando-nos dilacerados e saudosos, mas confortados por termos com ele convivido dele tanto aprendido.
R. I. P.

O que você está buscando?