Fábio Reis: “Já destinei mais de 350 milhões de reais para Lagarto e muitos recursos foram devolvidos ao Governo Federal”

Redação, 04 de Maio , 2021 - Atualizado em 04 de Maio, 2021

Em um bate papo bastante descontraído durante a Live de Segunda, dia 3 de maio, transmitida pelo Instagram do Portal 93 Notícias, o deputado federal Fábio Reis (MDB) abriu seu coração ao falar de política e criticou a gestão da Prefeitura de Lagarto por devolver recursos enviados através de emenda parlamentar.

A entrevista conduzida pelo jornalista Danilo Cardoso teve uma duração de 35 minutos, onde o político que exerce o terceiro mandato como deputado federal pôde fazer um apanhado de sua trajetória e dos recursos enviados para diversas cidades sergipanas. A live iniciou com Fábio Reis falando sobre o início de sua vida pública.

“Minha família tem uma história política aqui no município de Lagarto, iniciada pelo meu avô, Arthur Reis, seguida pelo meu pai, Jeronimo Reis, minha tia Goretti Reis e meu irmão Sérgio Reis. Me recordo que no finalzinho de 2009, meu pai estava decidido a não sair mais candidato e eu pedi esta oportunidade, porque queria tirar parte da minha vida para servir. E foi assim, desde 2010 quando coloquei meu nome pela primeira vez, me reelegi em 2014 e 2018”, destacou Fábio Reis

Eleição 2020

Confessando que tem um sonho em governar a cidade de Lagarto, o deputado afirmou que o projeto foi apenas adiado. “Não era para ser agora, como foi na eleição no ano passado, que coloquei meu nome à disposição na última hora, já que meu irmão ficou impedido de ser candidato. Foi muito bacana, bem diferente do que tinha vivo nas últimas três eleições. A eleição municipal exige muito e o gostoso é o contato diário, você caminhando nos povoados e bairros. Me sinto preparado, mas sei que não era aquele o momento”, revelou.

Lagarto

Perguntado sobre a avaliação da atual administração da cidade de Lagarto, o deputado, que faz oposição a prefeita Hilda Ribeiro, foi enfático. “Tenho observado um pouco de longe, sem falar muito e ouvindo bastante e ouvido muita reclamação. Por que a movimentação que eles fizeram no ano da eleição foi uma, neste ano está sendo outra. Hoje mesmo, nas emissoras de rádios e grupos de WhatsApp só escuta que falta médico, ambulância e medicamentos. Só para se ter uma ideia, na Colônia Treze existia um posto de saúde, que na gestão de meu pai e do meu primo Zezé Rocha funcionava uma UBS 24h por dia, depois que Valmir e Hilda entraram nunca mais funcionou 24h. Funcionou durante dez anos, hoje nem médico tem”, afirmou Fábio.

O deputado revelou que já procurou a prefeita Hilda Ribeiro para tratar dos problemas do município. “Já procurei diversas vezes a prefeita para conversar sobre os problemas do município, para a gente fazer uma parceria administrativa, não parceria política, e resolver os problemas de Lagarto, porque só assim a população sairia ganhando. Já destinei para Lagarto mais de 350 milhões de reais. Agora, busco outros parceiros, como Codevasf e Governo do Estado porque destino recursos para a prefeitura de Lagarto que tem devolvido para o Governo Federal”, garantiu.

Mandato

Questionado sobre qual foi o momento mais marcante de sua trajetória política, o deputado pontuou. “Todos os momentos do meu mandato foram importantes, principalmente quando a gente colhe o sorriso do povo. Procuro fazer um mandato diferente dos outros parlamentares, este é o meu estilo. Sou irrequieto, não sou de gabinete, sou ativo e gosto de acompanhar de perto. Depois que as emendas se tornaram impositivas, procurei dar mais celeridade. A gente destina o recurso, acompanha o cadastramento da proposta, do empenho da proposta, da elaboração dos projetos, a ordem de serviço e a execução da obra”.

Confira a live completa através do link.

O que você está buscando?