Povo brasileiro é o que mais deseja a vacina

Por outro lado, russos, norte-americanos e franceses são mais desconfiados no que diz respeito à vacinação

Redação, 02 de Junho , 2021

 

No Brasil, pouco mais que 9 entre cada 10 pessoas (93%) estão dispostas a se vacinar contra a Covid-19 caso tenham a oportunidade. Este é o maior índice entre 15 países avaliados na pesquisa Covid-19 Vaccination Intent, realizada pela Ipsos com 9.890 entrevistados. Considerando todos os respondentes a nível global, o percentual de pessoas que tomariam a vacina é de 71%.

Esta é a quarta edição realizada do levantamento. Em julho de 2020, 88% dos brasileiros disseram que se vacinariam caso tivessem a chance. O índice diminuiu dez pontos percentuais em dezembro do mesmo ano, chegando a 78%. Em fevereiro de 2021, o percentual de pessoas dispostas a se vacinar foi de 89% e, em abril – o dado mais recente –, aumentou 4 pontos percentuais.

Os países cujos participantes demonstram maior interesse em se vacinar, além do Brasil, são o México (88%) e a Espanha (83%). Por outro lado, os russos (41%), norte-americanos (46%) e franceses (58%) são mais desconfiados no que diz respeito à vacinação. A pesquisa mostrou que, no geral, as pessoas que mais hesitam se vacinar tendem a ser mulheres, jovens, pessoas com renda mais baixa e pessoas com menor nível de escolaridade. Entre os brasileiros, o perfil é de pessoas com renda mais baixa e com menor nível de escolaridade.

A pesquisa on-line foi realizada com 9.890 pessoas, sendo 856 brasileiros, com idades entre 16 e 74 anos em 15 países. Os dados foram colhidos entre 22 a 25 de abril de 2021. A margem de erro para o Brasil é de 3,5 pontos percentuais.

 

O que você está buscando?