Alessandro não agrega nem no Cidadania e pode prejudicar aliados em 22

Habacuque, 12 de Junho , 2021

O senador por Sergipe, Alessandro Vieira (sem partido), terminou a semana em meio a uma grande polêmica, só que desta vez não é apenas com o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido); com aliados do Planalto; ou com seus adversários políticos aqui no Estado. O delegado de polícia, que não se esforça nem um pouco para ser um político carismático, agora anuncia que vai assinar sua desfiliação do Cidadania, por conta de uma decisão da Executiva Nacional que lhe desautorizou a impetrar uma ação contra o governo federal.  

Membro da CPI da Pandemia no Senado, Alessandro reforça o discurso de seus críticos que lhe enxergam cada vez mais distante dos reais interesses dos sergipanos. Justiça seja feita, sobre a Covid-19, mais precisamente sobre a aplicação dos recursos federais que chegaram ao Estado, ele tem se mostrando atuante e disposto a fiscalizar, mas precisa entender, de uma vez por todas, que o sergipano, de uma forma geral, o elegeu sonhando com um senador que carregasse a bandeira do nosso Estado, que se destacasse em BSB mais pelas realizações do que por qualquer investigação...

E, com todo respeito, o que não falta é assunto e problemas em Sergipe que Alessandro e os demais poderiam ajudar junto ao governo federal. Mas a impressão é que hoje o mais importante para ele é se destacar em uma CPI que, segundo as pesquisas já divulgadas, mais da metade da população não dá mais créditos. Pior é que o senador parece não ouvir ninguém! Ou melhor, diz que “ouve” seu agrupamento no Estado, mas na prática continua atuando de maneira isolada, não consegue agregar apoios para o seu Cidadania.

Essa postura de Alessandro, já prejudicou bastante a candidatura a prefeita de Aracaju da delegada Danielle Garcia (Cidadania). Por falta de habilidade política houve uma ruptura do Patriotas de Emília Corrêa, além do PTB e PSL que estavam sob o comando de Rodrigo Valadares. Também não houve avanço para caminhar com o DEM, do ex-prefeito João Alves Filho (in memoriam), numa aliança natural contra o atual prefeito da capital. Pior é que ainda viu a legenda se distanciar, politicamente, do PSB, liderado pelos Valadares...

Para não parecer uma “crítica pela crítica”, basta qualquer um sair pelas ruas, no shopping, na padaria, no supermercado, na fila do banco...por onde você vai, conversando com o povão, não precisa ser especialista para constatar a rejeição de Alessandro junto ao eleitorado. Não é possível que nem ele próprio, nem sua competente equipe e seus aliados não estejam enxergando isso! Hoje não tem o carisma (voto) da Esquerda e perdeu qualquer apoio dos “bolsonaristas”! Alessandro quebrou a “bússola” do Cidadania em Sergipe, que graças a ele, perdeu a direção...

A verdade é que Alessandro ainda tem mais de cinco anos para “poder errar”, mas sua postura política pode sim prejudicar seus aliados na eleição do próximo ano. Hoje, se candidato for ao governo, o senador não iria para o 2º turno para governador e, a depender de uma desistência do PT, talvez nem exista outro turno em Sergipe. Quanta ironia: Alessandro precisa aprender a viver em “Cidadania”, cumprindo direitos e deveres, mas “politizando” sua convivência, vivendo em sociedade. “Sozinho”, e “sem o Cidadania”, Alessandro não vai a lugar algum...

 

Convite para Amorim

Diante dos rumores sobre a ida de Alessandro Vieira agora para o PSDB, o presidente Estadual do Patriota, Uezer Marques, já antecipa um convite formal para o ex-senador Eduardo Amorim deixar o “ninho tucano” e se filiar em sua legenda. Amorim deve disputar o Senado em 2022.

 

Uezer Marques

“A política é muito cíclica, e esse fato novo que está prestes a acontecer que será a possível chegada de Alessandro no PSDB, que com certeza, não deixará Eduardo Amorim confortável na sigla. Eu já me antecipo em dizer que será uma satisfação enorme receber o Eduardo aqui no PATRIOTA. Ele reúne características que nós preservamos”, convidou o presidente do Patriota, que além de não convidar Alessandro, ainda externou seu estilo “desagregador”, gerando desconforto no PSDB. 

 

Eduardo Amorim

“Emília Corrêa tem uma boa relação com ele, e ao sabermos do que está rolando nos bastidores, entramos em contato com a nacional, e firmamos que faria o convite para o ex-senador mais votado da história de Sergipe, que pode ser nosso candidato ao Governo, ao Senado ou a Câmara Federal através do nosso partido, de pronto, eles disseram que ‘é uma boa ideia’. Quero que Eduardo sinta-se em casa, se desejar vir para o PATRIOTA. Nosso time lhe receberá de braços abertos”, completou. Para bom entendedor...

 

Veja essa!

O deputado estadual Luciano Bispo (MDB) celebrou o anúncio por parte do governo do Estado, que conseguiu junto com a direção do Hospital Regional Pedro Garcia Moreno, no município de Itabaiana, a instalação de 10 leitos de especialização para ajudar no enfrentamento ao novo coronavírus (COVID-19).

 

E essa!

Luciano Bispo há algum tempo vem tentando intermediar, junto ao governo do Estado, sobre a necessidade daquela unidade ganhar mais leitos de UTI nessa pandemia (foram instalados 10 leitos de UTI), mas explicou à população do Agreste que a dificuldade está falta de estrutura pela complexidade dos equipamentos.

 

Luciano Bispo I

“Quero agradecer de coração ao amigo e governador Belivaldo Chagas; à secretária de Saúde, Mércia Feitosa; à superintendente executiva Adriana Menezes; à direção do Hospitla Pedro Garcia Moreno, como também a todos os servidores se somaram e não mediram esforços para mais esta conquista para Itabaiana e região”, destacou o deputado.

 

Luciano Bispo II

Luciano explica que os 10 leitos de especialização serão fundamentais no enfrentamento da pandemia. “Não se tratam de UTIs, mas são salas importantes porque vão garantir um tratamento mais adequado aos pacientes no sentido de garantir que eles não necessitem chegar a uma UTI. Eles receberão um atendimento mais qualificado, isso é fruto de um grande esforço de todos e a gente espera que tenhamos bons resultados nessa luta contra a COVID-19”. 

 

IFS/Ipesaúde I

A Assembleia Legislativa de Sergipe, através do seu presidente e deputado Luciano Bispo (MDB), está buscando intermediar um diálogo aberto entre o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) e o Instituto de Promoção e de Assistência à Saúde de Servidores do Estado de Sergipe (IPESAÚDE).

 

IFS/Ipesaúde II

Em uma reunião do gabinete da presidência da Alese, a reitora do IFS, Ruth Sales Gama dialogou com o diretor-presidente do Ipesaúde, Christian Oliveira, no sentido de se encontrar uma solução legal para inserir os servidores federais no plano de saúde estadual.

 

Abertura de diálogo

A Alese, através do presidente Luciano Bispo, tem dado todo o encaminhamento para a abertura do diálogo nesses pleitos dos servidores federais junto ao Ipesaúde. Durante a reunião o diretor-presidente Christian Oliveira solicitou algumas informações da reitora sobre o quantitativo de servidores que pretende aderir, explicando que o perfil deles é diferente dos servidores estaduais e municipais já contemplados.

 

Tabela diferenciada

Ainda na reunião houve um entendimento para que em um novo encontro sejam apresentados os dados e que seja apresentada uma tabela diferenciada para ser colocada em discussão. Para tanto, será necessário que essa inserção dos servidores ocorra via projeto de lei a ser protocolado para tramitação na Alese, com apreciação dos parlamentares.

 

Alese ajudando

“O poder Legislativo tem buscado esse diálogo no sentido que a gente consiga contemplar esses servidores com a adesão ao Ipesaúde”, destaca Luciano Bispo. O diretor de Comunicação Social da Alese, Irineu Fontes, também participou da reunião.

 

Homenagem

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), em companhia dos parlamentares Zezinho Sobral (PODE) e Maísa Mitidieri (PSD), prestigiou na manhã dessa sexta-feira (11), a solenidade de outorga da comenda da Ordem do Mérito Naval no Grau de Grande Oficial do Quadro Suplementar da Ordem, concedida pela Marinha do Brasil, para o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD).

 

Batalha Naval do Riachuelo

A cerimônia dessa sexta-feira, na Capitania dos Portos, foi em alusão ao aniversário de nº 156 da Batalha Naval do Riachuelo, conflito ocorrido em 11 de junho de 1865, registrado no Rio Riachuelo, que foi decisivo para a vitória da Tríplice Aliança (Brasil, Uruguai e Argentina) frente às forças paraguaias. A condecoração recebida pelo governador geralmente premia os militares da Marinha que se tenham distinguido no exercício de sua profissão e, excepcionalmente, corporações militares e instituições civis, nacionais e estrangeiras.

 

Guilherme Padão

O Capitão dos Portos de Sergipe, Guilherme Conti Padão, explicou que o 11 de Junho é a data máxima da Marinha. “Nesse dia nós cultuamos os feitos do passado e nos inspiramos para fazer uma Marinha mais moderna, sempre com visão no futuro. E nesse dia são homenageados nossos fuzileiros, nossos marinheiros e os servidores civis. Nós concedemos ao governador Belivaldo Chagas uma personalidade que tanto contribui para o desenvolvimento da nossa Marinha”.

 

Belivaldo Chagas

O governador Belivaldo Chagas agradeceu a honraria enfatizando a importância histórica da data pela celebração da vitória da Batalha Naval do Riachuelo. “Graças aos corajosos marinheiros do passado, nós estamos celebrando esta data hoje. Digo a você que me sinto feliz e alegre, e muito satisfeito em dizer que hoje faço parte da Marinha através desta Comenda. E divido com o grupo de guerreiros que hoje defendem o nosso Brasil”.

 

Sintonia

Para o deputado Luciano Bispo é importante que os poderes constituídos mantenham essa sintonia com as forças Armadas do País. “Sou um profundo admirador de todas as Forças e, inclusive, da nossa Marinha. A Assembleia Legislativa tem buscado apoiar e ser parceira o tempo inteiro, como também o governo do Estado. Muito justa esta homenagem ao amigo e governador Belivaldo Chagas”.

 

Zezinho Sobral

Já o líder do governo na Alese, deputado estadual Zezinho Sobral, fez uma retrospectiva sobre a vitoriosa Batalha Naval do Riachuelo e enalteceu a importância da Marinha para o Brasil. “É importante sim que nós possamos participar junto com as autoridades de Sergipe, destes atos, parabenizando sempre a Marinha pela vitória do Riachuelo, e temos que ver que aqueles homens fizeram no passado e vamos trazer para hoje em dia”.

 

Georgeo Passos I

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) propôs uma homenagem à UNALE (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais) pela passagem dos seus 25 anos. O deputado sergipano defende que a entidade seja agraciada com a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar pelos serviços prestados aos parlamentos estaduais.

 

Georgeo Passos II

Georgeo iniciou seu discurso dizendo que protocolou junto à Mesa Diretora da Alese a solicitação para a entrega da Medalha para a entidade, que também foi assinada pela colega deputada Goretti Reis (PSD). “A UNALE está completando 25 anos de história e de representação dos deputados estaduais do Brasil. Uma instituição que nos propicia uma troca de experiências com colegas de outros Estados, em um ambiente saudável e construtivo, que ajuda e muito nas nossas ações enquanto parlamentar”.

 

Para a UNALE

O deputado fez um apelo para que a Mesa possa avaliar, o quanto antes, seu requerimento para que ele possa homenagear a instituição. “Essa honraria que queremos outorgar demonstra todo o nosso respeito e consideração, do nosso parlamento com a UNALE”, enfatizou, registrando que vários colegas possuem representação na entidade e que o ex-deputado Venâncio Fonseca presidiu a UNALE por um período.

 

Taxa de religação I

Georgeo aproveitou a oportunidade para anunciar também que protocolou um projeto de lei no sentido que o Governo do Estado, através da DESO, não promova a cobrança das taxas de religação do fornecimento de água durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Ele enfatizou o quanto é essencial a água no processo de higienização da sociedade e que muitas famílias que tiveram o serviço suspenso estão encontrando dificuldades para fazer a religação.

 

Taxa de religação II

“Muitas pessoas estão em dificuldade financeira e tiveram o fornecimento suspenso de água por inadimplência. Não conseguem pagar suas contas. E quando conseguem juntar o valor referente ao débito, esbarram em outro problema: a taxa de religação é de quase R$ 100, ou seja, como a tarifa social é de R$ 40, isso corresponde a quase dois meses e meio dessa taxa. Se a pessoa não tem dinheiro para quitar o débito, como vai pagar a religação?”, questionou.

 

Período excepcional

O deputado lembrou que há um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) da DESO com o MPE suspendendo essa cobrança e ele defende que as pessoas paguem os valores em atraso, mas durante a pandemia fiquem isentas dessa religação. “É um período excepcional que estamos vivendo. Aí quando a pessoa recebe a fatura, vem cobrando o valor em atraso, mais a taxa de religação. Muitas famílias estão fragilizadas financeiramente”.

 

Kitty Lima I

O alarmante número de mortes pela Covid-19 registrado no mês de maio em Sergipe motivou a deputada estadual e líder da oposição, Kitty Lima (Cidadania), a protocolar uma indicação na Assembleia Legislativa direcionada ao governador Belivaldo Chagas, solicitando a criação de novos leitos de UTI, em especial nos hospitais do interior do estado.

 

Kitty Lima II

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o mês passado foi mais letal desde o início da pandemia em Sergipe, quando 817 sergipanos perderam a vida em decorrência da Covid-19 em todo o estado e fazendo com que o mês ficasse vergonhosamente conhecido como 'Maio Letal'. Além disso, a lista de espera para vagas de UTI no último dia 30 era de 60 pessoas, reforçando assim o gargalo do sistema de saúde de Sergipe para atendimento aos pacientes com Covid-19.

 

Kitty Lima III

Preocupada com a possibilidade de agravamento do número de mortos nos próximos meses e com a limitação de leitos de UTI para internamentos dos pacientes infectados com o vírus para o tratamento adequado, Kitty Lima protocolou na Alese um pedido ao governador Belivaldo Chagas para que sejam criados, em caráter de urgência, novos leitos de UTI em todo o estado.

 

Ricardo Marques I 

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) apresentou na Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o Projeto de Lei nº 111/2021 que dispõe sobre a afixação de placas informativas em todas as obras públicas realizadas pelo Município de Aracaju ou por execução indireta. De acordo com o parlamentar, a prefeitura não tem disponibilizado para a população de forma clara as informações de cada obra. “Tenho percorrido diversos bairros de Aracaju e observei que esse é um problema generalizado. Muitas das obras, quando existem as placas, não contém o prazo de início, nem de conclusão da obra”, explica.

 

Ricardo Marques II

No texto original do projeto, em todas as obras públicas deverá ser afixada placa com, no mínimo, os seguintes dados: endereço completo da obra; data do início e término previsto da obra; nome da empresa executora da obra, seu endereço e número do CNPJ; nome do engenheiro responsável e seu respectivo número de registro no CREA; número do contrato administrativo ou processo licitatório; finalidade da obra; o valor da execução da obra; indicar, no caso de convênio, quem são os convenentes/conveniados, bem como suas respectivas contribuições; e discriminar de forma clara o montante investido pelo Órgão Público do Poder Executivo.

 

Mais detalhes

O projeto prevê ainda que a placa deverá ser colocada em local visível e deve permanecer durante todo o período de realização das obras e que é vedada a inclusão de nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

 

Anderson de Tuca

O vereador Anderson de Tuca, do PDT, esteve no bairro José Conrado de Araújo, fiscalizando a realização de uma demanda feita a Emurb. A solicitação foi para reparo de uma calçada na Rua Juíz Mario Almeida Lobão, que estava intransitável há um tempo. O vereador tem o projeto Vereador nos Bairros, que atende demandas da população.

 

Joaquim da Janelinha I

O vereador por Aracaju, Joaquim da Janelinha (PROS), utilizou do grande expediente da 53º sessão ordinária da Câmara Municipal de Aracaju, na última solicitou uma força-tarefa de tapa-buracos para o loteamento Paraíso do Sul, localizo no bairro Santa Maria. Segundo o parlamentar, que já faz muitos trabalhos também em prol dessa comunidade, por conta das últimas semanas de muitas chuvas, as ruas estão extremamente esburacadas. 

 

Joaquim da Janelinha II

“Peço ao presidente e novo grande parceiro Sérgio Ferrari, que através da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), ele possa, mais uma vez nos atender, assim como está sempre acontecendo em todos os momentos que o procuramos. Estamos encaminhando e-mails com as imagens e ofícios com tais necessidades”, disse Joaquim que ainda completou.

 

Joaquim da Janelinha III

“Luiz Alberto sempre muito solícito, já encaminhou sua equipe da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), para realização de limpeza das ruas dessa comunidade ainda tão carente de atenção”. Joaquim disse em sua fala também ter encaminhado, junto a sua assessoria, material relacionado às demandas do Paraíso do Sul para à Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), Renato Teles. Para ele, a entrada da comunidade está ‘confusa’, provocando, nos últimos dias, muitos acidentes. 

CRÉDITO DA FOTO

Jefferson Rudy/Ag. Senado

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com  e habacuquevillacorte@hotmail. com

O que você está buscando?