Homem acusado por crimes de estupro e roubos morre depois de reagir a abordagem policial

Redação, 03 de Julho , 2021


Em ação das equipes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) ocorrida no início da noite de quinta-feira (1º), na rodovia João Bebe-Água, em São Cristóvão, na Grande Aracaju (SE), em apoio às investigações que tramitam no Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) resultou na morte de Stênio Carlos de Melo Santos de 36 anos.

 A operação policial tinha como finalidade o cumprimento de mandado de prisão contra o investigado por crimes de estupro e roubos. Diante da presença dos policiais o homem reagiu à abordagem e atirou contra as equipes, dando início ao confronto. O investigado foi atingido e apesar de ter sido socorrido e conduzido para Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho, em Aracaju, ele evoluiu a óbito logo após dar entrada na unidade hospitalar.
Stênio estava sendo investigado por equipes do DAGV de São Cristóvão e do Cope, com apoio da Divisão de Inteligência (Dipol), por praticar diversos estupros e roubos na cidade de São Cristóvão.

Segundo a delegada Ana Carolina Machado, coordenadora do DAGV, o procedimento investigativo teve início com o registro das ocorrências no dia 26 de abril e dia 12 de maio desse ano. Durante as investigações, a polícia identificou o mesmo modus operandi, o veículo utilizado e o investigado, onde as vítimas eram abordadas em locais de pouca movimentação.

De posse de uma arma de fogo, ele se aproximava das vítimas com seu automóvel, simulando pedir informações, e, em seguida, as obrigava a entrar no carro e as conduzia para povoados próximos, consumando os abusos sexuais e subtraindo pertences das vítimas. Em alguns casos, por motivos diversos, como a resistência das vítimas, Stênio não conseguia consumar os abusos, realizando apenas a subtração de pertences.

A abordagem ao investigado ocorreu no final da tarde justamente no horário em que o criminoso tinha o hábito de praticar os delitos, pelo fato de mulheres que trabalham na região estarem voltando para casa naquele período. Stênio, apesar de morar no interior do Estado, circulava pela área de São Cristóvão, possivelmente à procura de novas vítimas. Para o cometimento dos crimes, além da arma de fogo, o indivíduo utilizava um veículo Volkswagen, modelo Gol, de cor Uva.

Da Redação: com informações da SSP/SE
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br

O que você está buscando?