Dragão empata com Vitória, no Batistão

Redação, 11 de Julho , 2021 - Atualizado em 11 de Julho, 2021


Um resultando não muito agradável para o Associação Desportiva Confiança, que precisava de uma vitória para se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B, partida que, acabou empatada com o Vitória-BA, em 1 a 1, na noite deste sábado na Arena Batistão. O jogo valeu o troféu dos 52º aniversário da maior praça esportiva do estado. Com o resultado, o Dragão melhorou remotamente sua posição na tábua de classificação da competição nacional, ficando décima quarta colocação, enquanto o Leão do Barradas, se posiciona na décima sexta.

Uma partida que havia a necessidade de buscar a vitória a todo custo, terminou empatada. O clube da zona norte da capital se complicou em seus próprios erro, perdendo inclusive o atacante Hernane Brocador, por lesão no joelho, provocado por uma puxada de perna cometida pelo meia Fernando Neto, entrando no lugar do nove proletário outro atleta da função, Alex Henrique. Já pelo outro lado, a equipe baiana não teve o que muito oferecer, explorando a maior parte do jogo o lado esquerdo de ataque, principalmente, quando nos avanços do ala direita azulino Marcelinho, e a falta de cobertura providencial de um dos volantes.

 


 Brocador acabou lesionado do campo de jogo na primeira fase.


 

Os comandados do treinador Rodrigo Santana, chegaram a marcar primeiro. Num lançamento feito na área defendida pelo goleiro Ronaldo, feita pelo ala esquerda Luciano Juba, aos sete minutos de jogo, o meia atacante Daniel Penha, meteu a cabeça na bola deslocando-a para o canto esquerdo do arqueiro rubro-negro, inaugurando o placar na Arena Batistão, praça esportiva que comemora os seus 52 anos de existência. Os baianos não se deram por conformados e partiram pra cima, numa tabela entre o ala direita Cedric, com o meia Pablo Siles, aos 34 minutos, o meia colombiano meteu de canhota no canto direito do goleiro Rafael Santos, indefensável. A primeira fase terminou empatada.

Os clubes retornam para a segunda fase. Com o baixo rendimento registrado pelo representante sergipano, obrigou o treinador realizar três alterações. Saíram: Neto Berola, Renan Areias e Ítalo, para as entradas de Caíque  Sá, Bruno Sena e Gustavo Ramos, respectivamente. O time melhorou, principalmente, pela direita, no suporte dado ao ala Marcelinho, que, juntamente, com o Caíque Sá, o Confiança passou a ter maior presença na área adversária, mas acabou ficando nisso mesmo. O vitória atuou parte da segunda fase sem o autor do gol de empate, o meia Pablo Siles, expulso. Final 1x1, Confiança levou o troféu comemorativo.

 


Troféu 52 anos do Batistão.
O Dragão terá na próxima terça-feira, 13, na Ressacada, em Santa Catarina, a representação do Avaí. A partida inicia às 19h. No mesmo dia, o Vitória pega no Barradão, em Salvador, o Sampaio Corrêa, num encontro que começa às 21:30. 

 

Ficha Técnica

Confiança: Rafael Santos; Marcelinho, Isaque Gavioli, Nery Bareiro e Luciano Juba; Gilberto (Everton Santos), Neto Berola (Caíque Sá), Renan Areias (Bruno Sena) e Ítalo (Gustavo Ramos; Hernane Brocador (Alex Henrique) e Daniel Penha. Técnico:  Rodrigo Santana.

Vitória: Ronaldo; Cedric, João Vitor, Wallace e Pedrinho; João Pedro, David (Ygor catatau e Guilherme), Pablo Siles e Bruno Oliveira (Soares); Dinei (Eron) e Fernando Neto (Gabriel Bispo). Técnico Ramon Menezes.

 

Cartão Amarelo

Marcelinho, Isaque Gavioli, Nery Bareiro e Daniel Penha (ADC). Fernando Neto (ECV).

 

Cartão Vermelho

Pablo Siles (ECV).

 

Arbitragem Sul Matogrossense - Nota 7,5

Paulo Henrique Schleich Vollkopf

Leandro dos Santos Ruberdo

Marcos dos Santos Brito.

 


Foto: Emanuel Rocha

 
 

 

O que você está buscando?