Projeto que destina auxílio de mil reais para artistas itabaianenses será votado na Câmara de Vereadores

O benefício é para os que não participaram da live da Festa do Caminhoneiro, realizada nos dias 11 e 12 de junho deste ano

Redação, 14 de Julho , 2021

Deu entrada e será votado na Câmara de Vereadores de Itabaiana o projeto de lei que destina mil reais para os artistas itabaianenses que não participaram da live do caminhoneiro, realizada nos dias 11 e 12 de junho deste ano. O projeto de lei (Nº 65/2021) é de autoria do poder executivo e visa minimizar os impactos econômicos causados pela pandemia do coronavírus a essa categoria. 


O projeto prevê o pagamento de duas parcelas de 500 reais para cantores e bandas musicais, exclusivamente de Itabaiana. “Esse projeto tem como objetivo reduzir os efeitos econômicos negativos que atingem, há mais de um ano, a classe dos músicos em razão da proibição das aglomerações. Além disso, a intenção é beneficiar aqueles artistas que não tiveram a oportunidade de se apresentar em nossa live dos caminhoneiros” disse o prefeito de Itabaiana, Adailton Sousa. 

Para receber o benefício, os artistas precisam ter três anos de atuação comprovada. Este valor será abatido do cachê pago pela Prefeitura de Itabaiana caso seja realizado, pela Secretaria de Cultura, Juventude, Esporte e Lazer, algum evento festivo em alusão ao aniversário da cidade (28 de agosto) ou qualquer outro evento festivo a ser realizado até 31 de dezembro de 2021.


Para o presidente da câmara, Marcos Oliveira, o projeto será essencial para os artistas neste momento difícil em que o mundo vive. “Em nome de todos os vereadores, parabenizo o prefeito Adailton Sousa pela iniciativa. Mesmo com todas as dificuldades, os nossos artistas não foram desamparados, foram assistidos pela lei Aldir Blanc, pela live dos caminhoneiros e agora esse auxílio. O momento é difícil, mas o nosso intuito é continuar dando suporte a essa categoria”, disse Marcos. 


“Os artistas foram os primeiros a parar e serão os últimos a retornar. Por isso pensamos nesse projeto para que todos, sem exceção, sejam contemplados. A gente sabe que não resolverá a situação, mas tenho certeza que reduzirá as dificuldades que estão sendo enfrentadas”, finalizou Adailton Sousa. 

 

O que você está buscando?