Laércio Oliveira apoia programa da UFS de estímulo à criação de Startups

Redação, 27 de Julho , 2021

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) participou, na manhã desta terça-feira, 27, do lançamento da chamada pública para o Programa de Indução a Criação de Startups (PICS), que é realizado pela Universidade Federal de Sergipe (UFS) em parceria com o Sergipe Parque Tecnológico (Sergipetec) e cooperação técnica com a Aceleradora de Negócios (Acelerase). O objetivo do programa é estimular o desenvolvimento de novas startups em Sergipe, por meio das produções tecnológicas e/ou científicas de pesquisadores, professores, alunos de graduação e pós-graduação.

Laércio foi convidado para a cerimônia por ser um defensor do desenvolvimento e da geração de empregos. Ele destacou o papel da UFS como agente transformador da sociedade. “Sou um apaixonado pela Universidade Federal de Sergipe. Hoje, eu enxergo a instituição como um núcleo de sabedoria, de conhecimento e de produção, totalmente integrada à sociedade, querendo ser parceira e buscando parceiros. A partir dessa abertura, nós teremos uma capacidade enorme de fazer a transformação que o Estado de Sergipe merece. Estar aqui é entender de que forma o parlamento pode contribuir para isso”, afirma o deputado.

Segundo Laércio, o seu papel será buscar recursos e encontrar pessoas que possam entender a importância dos projetos produzidos pela universidade. “A minha origem é empresarial, sempre trabalhei pela geração de empregos e pela produção de riquezas e renda. Entendo que o emprego é a melhor política social que existe e fazer um link entre o setor produtivo do meu estado e a academia, é um privilégio. Aqui é um centro de excelência de pessoas capazes, que querem ajudar a transformar o país e eu vim trazer a minha contribuição”, pontuou.

O magnífico reitor da Universidade Federal de Sergipe, Joviniano de Santana Filho, afirmou que o lançamento do PICS é um marco para a instituição. “A UFS está entrando de vez no panorama de transferência de tecnologia. Nós já somos reconhecidos pelas pesquisas, pelo desenvolvimento de novas tecnologias, mas nós temos que cada vez mais aproximar o nosso conhecimento da sociedade, para que aquilo que produzirmos seja revertido em favor da sociedade. Além disso, precisamos desenvolver e estimular o pensamento empreendedor dos nossos alunos, ou seja, é um somatório de ações que fazem a UFS se aproximar da sociedade, promovendo a desenvolvimento econômico e a transformação social”, ressalta.

Para Eduardo Prado, diretor presidente do Sergipetec, o programa está em total sintonia com suas propostas. “Eu tenho trabalhado para criar um ecossistema de inovação e empreendedorismo com diversas iniciativas, uma delas é sobre isso. Quando tomei conhecimento, vi que está em completa sintonia com o trabalho que eu quero desenvolver no Sergipetec, muito focado em inovação, mas também em um processo de transformação digital. Estamos trabalhando para trazer uma tecnologia de ponta para preparar jovens de 15 a 17 anos para o mercado que é extremante competitivo, onde o grande diferencial vai ser o conhecimento e a tecnologia”, comenta.

Presenças

Também estiveram presente na cerimônia o diretor Técnico do Sergipetec, Diego da Costa, o superintendente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio), Maurício Gonçalves, e o presidente do Sindicato das Empresas de Processamento de Dados (Sindinformática), Roger Barros.

O que você está buscando?