Deputado Laércio Oliveira visita obras do novo Moinho do Grupo Maratá

Redação, 30 de Agosto , 2021

O Grupo Maratá reuniu nesta segunda-feira, 30, autoridades políticas do Estado de Sergipe para uma visita às obras do novo moinho para moagem de trigo e derivados, instalado no município de São Cristóvão. O ato contou com a presença do governador Belivaldo Chagas, o deputado federal Laércio Oliveira, prefeito Marcos Santana, o empresário José Augusto Vieira, além de secretários estaduais e dirigentes de órgãos públicos. O moinho tem previsão para entrar em operação em maio de 2022 e vai gerar cerca de 75 novos empregos diretos, além de outras vagas indiretas, com priorização de mão de obra local.

O empreendimento é visto pelo deputado Laércio Oliveira como uma excelente oportunidade de desenvolvimento para Sergipe. “Nosso compromisso sempre foi com a geração de emprego e renda para a população. Portanto, a chegada desse moinho de trigo do Grupo Maratá, a quem parabenizo pelos investimentos, vai beneficiar não somente o município de São Cristóvão, mas todo o Estado de Sergipe, porque a partir dessa indústria, a agricultura e a pecuária serão beneficiadas e isso traz novas perspectivas de desenvolvimento. Parabenizamos também o Governo do Estado por oferecer toda as condições para que a indústria pudesse se instalar em nosso território”, afirmou o deputado.

Contemplado pelo Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), o novo moinho recebeu incentivos fiscais do Governo do Estado através de redução no ICMS. As tratativas junto ao Governo do Estado para implantação do moinho foram iniciadas há mais de um ano, com suporte técnico da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise).

O governador Belivaldo Chagas destacou a chegada do novo empreendimento. “Posso dizer que essa é uma obra que vai se tornar um cartão de visita para o Estado de Sergipe. A partir dela, outras obras chegarão, principalmente por se tratar de um empreendimento instalado no município de São Cristóvão, que era carente de indústria e com mais de 400 anos de existência nunca teve uma obra tão importante como essa, que com certeza vai fazer com que o Estado tenha um novo polo industrial. Parabéns ao Grupo Maratá por acreditar e empreender em Sergipe”, disse o governador.

Perspectivas e apoio

As obras foram iniciadas em março deste ano com a terraplanagem. Agora, a indústria trabalha com as fundações e o início do prédio. A previsão é de estar pronta no final de maio de 2022. O moinho produzirá todo tipo de farinha de trigo para atender indústrias de massas, pães, bolos e todo seguimento de farinha de trigo. Ele vai tender também a indústria de macarrão instantâneo e as indústrias da região Nordeste.

“O Governo de Sergipe deu todo o suporte para a gente escolher o local. Todo o suporte da Sedetec foi dado e a gente tinha, a princípio, uma outra localização, mas acabou escolhendo aqui por estar na BR 101, próximo à capital e também num eixo muito fácil de transporte e logística. Sem esse apoio não seria viável esse investimento e o Estado de Sergipe não mediu esforços para que esse moinho ficasse aqui, porque ele tinha possibilidade de ir pra outros estados”, disse Frank Reis Vieira, sócio do Grupo Maratá.

Maratá

O Grupo Maratá, genuinamente sergipano, existe há mais de 50 anos no mercado e atua nos segmentos de alimentos; agronegócios (pecuária e citricultura); descartáveis; embalagens plásticas; construção civil e exportação, dentre outros. A empresa é detentora de oito unidades industriais nos municípios de Itaporanga D’Ajuda, Estância e Lagarto, exportando seus produtos para países como Colômbia, Holanda, França, Inglaterra, Itália, Alemanha, Espanha, Áustria, Ucrânia, Turquia e Israel.

Fonte: Assessoria de Imprensa

O que você está buscando?