Como diminuir os impactos negativos de uma demissão?

A demissão humanizada e Outplacement são maneiras de tratar colaboradores com respeito mesmo após seu desligamento

Redação, 08 de Setembro , 2021 - Atualizado em 08 de Setembro, 2021

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), há cerca de 3,3 milhões de pessoas desempregadas no Brasil. Esse número, que já era alto, apenas se agravou com a pandemia do coronavírus que se iniciou em 2020.

A grande maioria desses brasileiros estavam empregados e foram demitidos em algum momento. O fato é que a notícia da demissão nunca é fácil. Geralmente, vem acompanhada de preocupação, medo, insegurança, ansiedade e diversos outros sentimentos negativos.

Tudo isso pode causar traumas e dificultar um momento tão delicado na vida dessas pessoas. É por este motivo que o mundo corporativo está sendo movimentado por uma tendência mundial - e muito positiva. 

São diferentes métodos para realizar demissões humanizadas. Ou seja, tornar este momento menos estressante e traumático para os colaboradores. Afinal, nem sempre um desligamento acontece por falta de profissionalismo, erros ou problemas com o funcionário.

Tratar uma pessoa com respeito e empatia deve ser uma prioridade para quando ela está trabalhando na empresa e quando ela estiver saindo da corporação, independentemente do motivo.

Para evitar que a demissão seja um momento de fortes impactos negativos no psicológico do empregado, a empresa pode realizar o desligamento de uma maneira empática, além de oferecer o método de Outplacement. 

É uma técnica que visa tornar este momento mais fácil e ajudar o colaborador a se reerguer e procurar novas oportunidades no mercado. Além, é claro, de fortalecer o employer branding da empresa.

Saiba mais sobre demissões humanizadas, outplacement e como colocar essas estratégias em prática na corporação. Acompanhe!

Demissão humanizada: o que é? Como fazer?
Uma demissão quase sempre é um momento doloroso, o qual deixa marcas negativas no psicológico das pessoas. Afinal, mais do que um rompimento de contrato, o desligamento representa a perda do sustento do colaborador e seus laços afetivos cultivados ao longo do seu tempo de empresa.

A demissão responsável, então, é uma abordagem usada para diminuir esses impactos negativos, a fim de evitar traumas e ajudar o colaborador a se recolocar no mercado com mais facilidade.

Basicamente, é um processo de desligamento justificado, comunicado e explicado com tato, gentileza e cautela. Esse tipo de abordagem visa tornar um processo jurídico em algo mais humanizado. 

Os profissionais que vão comunicar a demissão devem enxergar e se colocar no lado do colaborador que está sendo desligado. Um dos métodos mais utilizados para realizar demissões humanizadas é o Outplacement.

Embora o nome seja difícil, outplacement se dá por uma abordagem que visa tornar a demissão mais fácil para os colaboradores, os ajudando a se preparar para o mercado de trabalho, dando apoio psicológico, entre outras atividades importantes.

Saiba mais sobre esse método que está conquistando o mundo corporativo em diversos países do globo e se populariza no Brasil a cada dia mais. Acompanhe!

O que é outplacement?
Outplacement é um conjunto de ações que visam tornar os desligamentos mais fáceis e menos traumáticos. Para isso, as empresas podem contratar este serviço para ter um suporte no momento da demissão.

Então, a equipe especializada ajudará a selecionar os motivos da demissão e como conduzi-la da melhor forma. Após esse procedimento, o Outplacement se vira exclusivamente para o profissional que foi desligado.

Essa abordagem visa fornecer, primeiramente, apoio psicológico para o profissional. Nestas sessões, também será possível entender quais os próximos passos, metas e objetivos.

Muitas vezes, após o desligamento, a pessoa deseja abrir o próprio negócio, mudar de área ou entrar em uma empresa determinada. Com esse objetivo em mente, os profissionais especializados em Outplacement começarão um processo de preparação do colaborador.

Vão reformular o currículo, entender os pontos fracos e fortes do profissional, proporcionar cursos, palestras, dicas para aumentar o networking, além de aulas para ensinar como o colaborador deve se portar em entrevistas, dinâmicas em grupo, entre outros processos seletivos.

Ou seja, o Outplacement visa dar todas as ferramentas para que o profissional consiga novas oportunidades de emprego com mais facilidade para uma recolocação no mercado de trabalho mais rápida.

Com isso, o ajudará a se autoconhecer, entender o que precisa melhorar e como alcançar suas metas. O apoio psicológico dará mais força e motivação para que ele consiga enfrentar o mercado - o qual pode ser diferente de quando ele fez sua última entrevista de trabalho.

O intuito de tudo isso é ajudar o colaborador a se reerguer, evitar traumas psicológicos e tornar este momento mais fácil de lidar. É tratar o profissional com o mesmo respeito e empatia de antes, quando ele ainda trabalhava na corporação.

Este serviço é temporário e pode transformar a carreira das pessoas, assim como o seu desenvolvimento profissional após a demissão. Para as empresas, optar por essa abordagem é uma forma de melhorar sua imagem no mercado e melhorar o clima organizacional - mostrando que valoriza seus colaboradores.

O que você está buscando?