Live Parlamento Digital recebe Eduardo Lima

Redação, 22 de Setembro , 2021


Arte: Vanessa Passos

A importância das políticas públicas para assistência social foi tema da Live Parlamento Digital com o vereador Eduardo Lima (Republicanos) no Instagram da Câmara Municipal de Aracaju (@cmaracaju). O encontro virtual aconteceu nesta terça-feira, 21, e foi conduzido pelos jornalistas Martha Mendonça e Vinícius Andrade. “É muito importante essa conversa e entender como funciona a política de assistência em Aracaju”, iniciou Eduardo Lima.

O vereador de primeiro mandato abordou sobre suas ações nos nove meses de mandato como parlamentar. De acordo com Eduardo, seu mandato tem a proposta de um olhar mais humano para a periferia aracajuana, em especial para as pessoas que realmente precisam do apoio do poder público. “Todos os domingos vamos para as ruas para oferecer assistência a quem precisa. Seja levando demandas da população para órgãos públicos ou tentando solucionar necessidades básicas das pessoas. Devido a minha formação evangélica cristã, tenho essa vontade de servir e ajudar o próximo”, ressaltou.

Integrante de duas Comissões temáticas na CMA: Obras, Serviços Públicos, Transportes e Meio Ambiente e a de Saúde, Direitos Humanos, Assistência Social e Defesa Do Consumidor, Eduardo Lima explicou onde cada grupo tem agido. “Na primeira, nós acompanhamos serviços públicos. Já na de Saúde, estamos com mais demandas devido ao momento em que estamos vivendo por causa da pandemia”, disse completando que a comissão tem feito visitas em hospitais, postos de saúde, unidades básicas e maternidades.

Envolvido em questões sociais, Eduardo Lima explicou a diferença entre Centro de referência da Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Crea),  Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e Sistema Único de Assistência Social (Suas). “Atende pessoas que estão em vulnerabilidade social”, pontuou.

As questões que envolvem o Setembro Amarelo, mês campanha de prevenção ao suicídio, também foi abordado pelo vereador durante a conversa. “A política de assistência mexe diretamente com o munícipe, vai naquele lado que ninguém quer mexer porque é muito difícil. Eu sou um entusiasta da assistência social e por muitas vezes me sinto impotente”, opinou.

Por fim, o vereador respondeu alguns questionamentos feitos pelos internautas que acompanharam a live e se comprometeu a fazer os devidos encaminhamentos solicitados.

Fonte: Agência Câmara Aracaju

O que você está buscando?