Caminhoneiro sergipano morre em acidente

Redação, 27 de Outubro , 2021


Dois motoristas de veículos de carga, moradores da Região Agreste, perderam suas vidas no intervalo de apenas três dias em decorrência de acidentes nas rodovias que cruzam o Estado de Sergipe.

 

Na manhã de terça-feira (26) o jovem Matheus Santos de Oliveira de 22 anos transportava uma carga de tijolos quando colidiu o caminhão Mercedes-Benz, de cor Azul, contra uma carreta no Km 85 da BR-101, próximo ao trevo da cidade de Cedro de São João, na Região do Baixo São Francisco sergipano.

Com o impacto da colisão, o motorista do caminhão ficou preso às ferragens e quando foi resgatado pela equipe do Corpo de Bombeiros já havia evoluído a óbito. A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) também compareceu no local e atestou a morte do jovem caminhoneiro. Matheus era morador do povoado Pilambe, Zona Rural de Campo do Brito, na Região Agreste de Sergipe.

O outro acidente aconteceu na madrugada de domingo (24), na Rodovia SE - 230, denominada de Rota do Sertão, no trecho conhecido como Curva da Morte, entre os municípios de Canindé de São Francisco e Poço Redondo, e envolveu um veículo Volvo 540. O motorista sobrou na curva e ao perder o controle da direção a carreta capotou.

 

O condutor identificado como Márcio Santos de Jesus de 37 anos ficou preso às ferragens e foi socorrido pela guarnição do Quartel da cidade de Itabaiana, no Agreste sergipano, que atuou em conjunto com a guarnição de Delmiro Gouveia, no Estado de Alagoas. Após o resgate, a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) prestou os primeiros socorros e o conduziu para o Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho, em Aracaju, no entanto, na manhã de segunda-feira (25) ele faleceu.

Márcio, conhecido por Tander Ket, residia na cidade de Moita Bonita, no Agreste sergipano, onde o corpo foi sepultado após ser liberado do Instituto Médico Legal Dr. Augusto César Leite.

Da Redação: Gilson de Oliveira
Contatos: gilsondeoliveira@gilsondeoliveira.com.br

O que você está buscando?