Fenômeno nas redes: Depois de posts homofóbicos e demissão, Maurício Souza tem grande crescimento nas redes sociais

Redação, 30 de Outubro , 2021 - Atualizado em 30 de Outubro, 2021

Foto: Instagram 

 

Depois de fazer postagens com teor homofóbico e transfóbico, ter o contrato rescindido com o Minas Tênis Clube e ver o técnico da seleção brasileira de vôlei fechar as portas para ele, o central Maurício Souza ganhou milhares de seguidores nas redes sociais. Em poucos dias, o jogador de vôlei saiu de pouco mais de 200 mil seguidores no Instagram para, até a última atualização deste texto, 1,5 milhão.

Em um vídeo postado no seu perfil para agradecer o carinho de seus novos seguidores, Maurício debochou de Douglas Souza, ponteiro da seleção, que é homossexual e fez sucesso nas redes sociais durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, chegando a 3 milhões de seguidores.

"Estou passando para agradecer todo o apoio e carinho que estão me dando. Obrigado mesmo, porque está sendo bem importante nesse momento que estou passando. Eu tinha 200 mil seguidores e, hoje, eu tenho 700 mil. Graças a Deus, eu não precisei ficar sambando em cima de cama nem ficar desfilando dentro de casa para ganhar o respeito e admiração de vocês. Estamos juntos", disse Maurício no Instagram - um dos vídeos de Douglas que teve grande repercussão na época das olimpíadas mostrava ele dançando em cima da cama da vila olímpica para testá-la.

Na sua conta na rede social, Maurício costuma fazer publicações de teor mais conservador e também críticas à pautas sociais. Uma dessas, inclusive, foi o que gerou toda a polêmica dos últimos dias.

Entenda o caso
Há cerca de duas semanas, a DC Comics informou que o novo Superman, filho de Clark Kent, seria bissexual. Maurício então fez uma postagem em sua conta pessoal no Instagram criticando a decisão da DC. "A é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar... (Sic)", escreveu o jogador na publicação.

O post de Maurício teve grande repercussão, tanto negativa quanto em apoio a ele. Entre os nomes que reprovaram o comentário, estava o ponteiro Douglas Souza, companheiro de Maurício na seleção brasileira. Douglas, que é gay, postou na rede social a mesma imagem que Maurício Souza e afirmou: "Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito, mas eu tenho uma novidade pra sua heterossexualidade frágil".

Ao longo das últimas duas semanas, Maurício fez uma postagem sem mencionar Douglas, mas que parecia ser para o ponteiro, já que dizia na legenda: "Pra cima de mim, não! Aqui é frágil igual esticador de canto de cerca!". O central fez ainda uma postagem com teor transfóbico. Maurício é conhecido por ter um perfil conservador e apoiador do presidente Jair Bolsonaro.

 

Na última segunda-feira (25), o Minas Tênis Clube se manifestou afirmando que respeita a opinião de cada atleta, mas não aceita manifestações homofóbicas de jogadores que vestem a camisa do clube. Nesta terça-feira (26), o afastamento do jogador foi anunciado.

 

Por: Carolina Fonseca / Jornal do Comércio 

O que você está buscando?