Vereadores de Itabaiana pedem suspensão da tarifa de esgoto abusiva cobrada pela Deso

"Tem família que vai deixar de comprar o pão para pagar a conta”, conta parlamentar

Redação, 19 de Novembro , 2021

Nesta quinta-feira, 18, na Câmara Municipal de Itabaiana (CMI), o vereador Marcos Oliveira (DEM) falou que foi enviado ofício ao Ministério Público cobrando providências para exigir a suspensão da tarifa de esgoto cobrada pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso).

“O ofício foi enviado por esta casa em nome de todos os vereadores exigindo ações do Ministério Público para que seja suspensa, temporariamente, a cobrança da tarifa de esgoto até que se tenha uma explicação que justifique essa cobrança e o valor abusivo dela. Também solicitamos uma audiência pública para apresentação de uma planilha detalhada sobre essa cobrança. O que não podemos é deixar que a nossa população sofra”, disse Marcos. 

O vereador Moisés Mota (DEM) também fez uso da palavra na CMI para falar sobre a cobrança da tarifa de esgoto: “Eu deixo aqui o meu repúdio a Deso e afirmo que vou lutar, junto com a população, para a suspensão dessa cobrança. É um absurdo que o percentual cobrado seja de 80%. Tem família que vai deixar de comprar o pão para pagar a conta”, disse o vereador.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB) também cobrou da Companhia que reveja a cobrança da taxa. “Não tem um valor específico dessa taxa na lei. Ainda que seja juridicamente correto fazer a cobrança, mas o valor precisa ser revisto. Eu fui eleita pelo povo para representar com ética e não vou me calar diante de uma situação dessa”, disse a vereadora.

O vereador Alex Henrique (PP) repudiou a cobrança da tarifa: “Estão querendo passar por cima da lei, mas aqui existe ordem e nós não vamos ficar de braços cruzados. Essa casa não vai deixar isso passar. Quero aqui avisar a Carlos Melo, coordenador da Deso, e o Governador Belivaldo Chagas que nós não ficaremos refém de ninguém. Será que essas autoridades sabem da situação do povo? sabem que tem gente que escolher entre comer e pagar essa tarifa?” questionou o parlamentar.

O vereador Anderson Pereira (PSD) também manifestou a sua posição contrária a cobrança da tarifa de esgoto por parte da Deso: “A gente vai marcar uma reunião com o presidente da Companhia, Carlos Melo, pois sabemos que é uma taxa extremamente abusiva. Providências precisam ser adotadas porque mesmo que a cobrança esteja prevista na lei, é importante analisar a capacidade de pagamento por parte do consumidor”, disse o parlamentar.

 

O que você está buscando?