Luís Fernando, acusado de matar o soldado Genésio em festa no município de Areia Branca, vai a júri popular nesta terça-feira

Redação, 23 de Novembro , 2021


Homem acusado de matar o soldado da Polícia Militar, Genésio Monteiro da Cruz, de 30 anos, durante uma cavalgada no Povoado Pedrinhas, em Areia Branca, no dia 25 de agosto de 2019 vai a júri popular no Fórum do município de Laranjeiras nesta terça-feira (23).

Luís Fernando Rocha dos Santos  é acusado de matar o soldado e de ferir outro policial e uma adolescente de 13 anos após tiroteio.  Ele é processado pelo crime de homicídio doloso consumado, qualificado por motivo torpe contra agente de segurança pública no exercício da função, como também por tentativa de homicídio qualificado.

O militar era lotado no 11º Batalhão da PM, ingressou na corporação em 2014 e atuava como parte do efetivo extraordinário escalado para a festa.

Genésio Monteiro era casado e pai de dois filhos.

O que você está buscando?