Sergipe teve queda de 9,7% nos pedidos de seguro-desemprego

Em termos relativos, houve crescimento de 20,2% no quantitativo de requerentes em relação a dezembro de 2020, quando foram registradas 2.537 solicitações

Redação, 13 de Janeiro , 2022

Análise realizada pelo Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (Fies), com base nos dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, revelou que, na segunda quinzena de dezembro de 2021, 1.452 trabalhadores solicitaram o seguro-desemprego em Sergipe. Com os valores da primeira quinzena, o mês de dezembro totalizou 3.050 requerimentos.

Em termos relativos, houve crescimento de 20,2% no quantitativo de requerentes em relação a dezembro de 2020, quando foram registradas 2.537 solicitações. Já na comparação com novembro de 2021, observou-se decréscimo de 4,7%. No acumulado de 2021, foram registradas 40.296 solicitações no Estado. A soma anual representou redução de 9,7% em relação ao acumulado em 2020.

SOLICITAÇÕES POR SETOR A análise dos dados revelou ainda que os pedidos se concentraram principalmente no setor de serviços (1.303 requerentes ou 42,7% do total), seguido do comércio, com 25,6% (781 requerentes), da indústria, com 14,8% (452 requerentes), da construção, com 13,6% (414 requerentes), e da agropecuária, com 3,3% (100 requerentes) do total de solicitações.

SOLICITAÇÕES PELA INTERNET E PRESENCIAL No período analisado, 67% do total de solicitações foi realizado via Portal de Serviços do Governo Federal ou via aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, o que corresponde a 2.054 solicitações, sendo o restante presencialmente nos postos de atendimento.

PARCELAS EMITIDAS E PAGAS Em dezembro, foram pagas 4.828 parcelas emitidas em Sergipe, que somaram R$ 6,1 milhões em benefícios do Seguro-Desemprego. Essas parcelas referem-se aos pedidos solicitados após o sétimo dia da data de demissão do trabalhador até 120 dias.

 

Por: Jornal da Cidade

O que você está buscando?