UFS adia retorno das atividades nos campi de Lagarto e do Sertão

O motivo é a exigência do comprovante de vacinação contra a covid-19 como condição para acesso à universidade

Redação, 14 de Janeiro , 2022

A Universidade Federal de Sergipe decidiu adiar para o dia 31 de janeiro o retorno das atividades acadêmicas para finalização do ano letivo 2021 dos campi de Lagarto e do Sertão. O motivo é o recebimento nesta sexta-feira, 14,  de notificação da Justiça Federal em relação à decisão liminar proferida pelo juiz titular da 3ª Vara Federal de Sergipe, Edmilson da Silva Pimenta, que determinou a exigência da comprovação de imunização completa contra a covid-19 como condição para acesso à instituição de educação.

Segundo a UFS, o adiantamento se deu em virtude da necessidade de ajustes em sistemas, para efeito do atendimento à decisão judicial.  Ainda de acordo com a UFS, as atividades administrativas seguem regularmente até novo comunicado da gestão superior da UFS sobre os procedimentos a serem adotados em atendimento ao disposto na decisão judicial.

A UFS disse ainda que realizou, antes mesmo de receber a notificação judicial, reunião com os Diretores de Centro/Campus para apreciar proposta de alteração da Resolução Nº 41/2021/CONEPE, com o objetivo de incluir a obrigatoriedade do comprovante vacinal, tendo em vista a decisão do Ministro do STF Ricardo Lewandowski. A proposta será ponto de pauta de reunião extraordinária do Conepe, prevista para ocorrer no dia 19 do mês corrente.

 

Por: Infonet

O que você está buscando?