Senadora parabeniza UFS por 1º lugar em ranking entre universidades do Nordeste

Redação, 28 de Julho , 2022

Pelo segundo ano consecutivo, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) foi considerada a melhor universidade do Nordeste no World University Ranking, realizado pela Times Higher Education, uma das principais revistas do mundo sobre educação superior. A senadora Maria do Carmo Alves (PP-SE) felicitou a instituição pela posição no ranking, destacando a relevância da UFS para a produção científica e desenvolvimento socioeconômico do Brasil e, em especial, de Sergipe. 

“O reconhecimento pela Times Higher Education é reflexo do valoroso e digno empenho da Universidade Federal de Sergipe em realizar ciência de alta qualidade e preparar estudantes para a vida profissional e acadêmica, provendo-lhes, ainda, uma formação cidadã. Por isso, parabenizo professores, alunos, técnico-administrativos e a todos aqueles que contribuem para o funcionamento da instituição. É emocionante e muito gratificante representar, no Senado Federal, um Estado que, entre tantas qualidades, abriga uma universidade de tanto prestígio e que tanto tem contribuído para o progresso do Brasil e de Sergipe”, afirmou a parlamentar.

Ela destacou que, em um universo de 59 universidades nacionais, o World University Ranking coloca a UFS entre as três melhores do País, ao lado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A instituição fica atrás somente da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Campinas (Unicamp), que ocupam, respectivamente, a primeira e a segunda colocação. 

O ranking, realizado desde 2004, contou neste ano com 1.662 instituições de ensino superior, e analisou indicadores de ensino, pesquisa e citações, transferência de conhecimento, e perspectiva internacional. A categoria em que a UFS melhor se saiu foi a de citações, obtendo 87 pontos numa escala de 0 a 100. Para a senadora, o ótimo ranqueamento, também, mostra como a Universidade é capaz de driblar adversidades e continuar entregando resultados excelentes. 

“Nós somos o menor Estado do Brasil, mas somos muito resilientes, inventivos e determinados. A UFS é uma Universidade nova em relação a outras brasileiras, como USP e UFMG, mas isso não a impediu de se consolidar nacionalmente. Mesmo com cortes em seu orçamento, que, infelizmente, ocorrem há alguns anos, a instituição continua a demonstrar muita força, superando desafios para entregar ciência qualificada a profissionais e pesquisadores sublimes, que contribuem para o crescimento do Brasil. É só por meio da educação e da produção científica que poderemos avançar. Sem isso, não há viabilidade de desenvolvimento”, enfatizou Maria do Carmo Alves.

O que você está buscando?