Bloco governista deve eleger maioria na Assembleia Legislativa

Habacuque, 02 de Agosto , 2022

Os números não mentem e quem conhece os bastidores do mundo político e já analisou os pré-candidatos proporcionais dos inúmeros partidos em Sergipe, podem não ter um quantitativo exato, mas um assunto já está tem uma espécie de consenso: independente de quem venha a ser o próximo governador de Sergipe, na sucessão de Belivaldo Chagas (PSD), já é sabido que a base governista, que terá o deputado Fábio Mitidieri (PSD) disputando o comando do Estado, deverá eleger a maioria na Assembleia Legislativa.

Os críticos irão dizer que se trata apenas de um leve “exercício de futurologia”, mas quem é “do ramo”, que já começou a analisar o comportamento de diversas pré-candidaturas, também leva em consideração outros fatores, como o poderio econômico, a liderança política em determinadas regiões e, sobretudo, a visibilidade que alguns nomes possuem em detrimento dos demais, somado aos serviços prestados. É evidente que “acidentes de percurso” podem ocorrer, mas os resultados de outros pleitos consolidam este entendimento...

Nesse período de pré-campanha, muita gente se sente estimulada a disputar, a imaginar que vai vencer apenas por ser conhecido ou por defender uma causa social, uma “bandeira”. Quando o “jogo” começa a ser formado, aí se percebe uma realidade completamente diferente, onde muitos até desistem e outros serão apenas “coadjuvantes” no processo eleitoral. Este é um território para “profissional”! Lembrando que desde 2020 foram extintas as tradicionais coligações para proporcionais (vereadores, deputados federais e estaduais)...

Agora, cada pré-candidato tem que se preocupar em figurar entre os mais votados de sua própria legenda para ter chances de ser eleito. O principal “adversário” está posicionado ao seu lado, defendendo o mesmo nome para o governo e para o Senado, possivelmente. E, geralmente, conhece melhor suas virtudes e pode potencializar suas fraquezas. É o jogo político em movimento! E pela projeção feita por este colunista, conversando com outras pessoas do mundo político, para deputado estadual a base governista é a mais fortalecida em todos os critérios citados...

Sobre o PSD do governador, por exemplo, estima-se que eleja de três a quatro deputados; os Republicanos também trabalham com a possibilidade real de eleger três nomes; o PP que tem o deputado Laércio Oliveira como pré-candidato ao Senado, tem chances de manter duas cadeiras no parlamento, como também o PDT e o União Brasil, ou seja, se a “lógica” deste colunista estiver correta, o atual governo elegeria sem maiores dificuldades uns 13 dos 24 deputados, o que teoricamente já asseguraria a presidência da Alese por dois anos, pelo menos.

O PL do ex-prefeito Valmir de Francisquinho também pode eleger até três deputados estaduais; o bloco Cidadania, PSDB e Podemos mais dois ou três; e o PSOL deve garantir, ao menos, uma cadeira na Alese; com o PSB e a Federação entre PT, PV e PCdoB elegendo os outros cinco. Na prática os números podem divergir um pouco, mas como este colunista pontuou acima: quem já tem experiência com campanhas eleitorais consegue ter essa “previsibilidade”. É após o início da campanha, oficialmente, essa “percepção” só irá aumentar. Que comecem os jogos...

 

Bomba!

Chegou para este colunista uma denúncia envolvendo a suposta realização de licitação pela Prefeitura de Carira, para contratação de entrega  de materiais que já foram fornecidos! É mole?

 

Exclusiva!

Como dizem os especialistas no ramo, aí é “tirar pirulito da boca de criança”! O espaço vai apurar tudo de perto e, assim que tiver a comprovação, publicará tudo aqui, com todos os detalhes envolvendo esse procedimento “macabro”! Aguardem...

 

Veja essa!

Depois de várias advertências feitas por este espaço,  afirmando o descontentamento dos feirantes e usuários das feiras livres da nossa capital, a empresa responsável pela realização dos serviços finalmente teve seu contrato encerrado! Agora a pergunta que não quer calar: que providências a Emsurb está tomando para que as cláusulas contratuais descumpridas sejam exigidas e todos prejudicados tenham seus direitos ressarcidos?

 

E essa!

Parece não restar dúvidas sobre a suposta cumplicidade do órgão, que desde o início do processo licitatório foi conivente ao deixar participar e contratar uma empresa constituída há menos de quatro meses da data da licitação, que apresentou um atestado eivado de suspeição, já que estranhamente foi fornecido pela própria contratante, e quando a contratada não forneceu a garantia contratual de forma integral.

 

Cartas marcadas?

No entendimento deste humilde colunista essa “cumplicidade” pode prejudicar qualquer ação que venha a exigir desta empresa o cumprimento de quaisquer penalidades previstas contratualmente, partindo do princípio que lá atrás a Emsurb permitiu que os equipamentos exigíveis no contrato não fossem adquiridos conforme a previsão e conforme tudo o que denunciamos aqui neste espaço. Sem contar outras supostas irregularidades...

 

Alô MPE!

Para não dizer que este colunista não avisou, o espaço vai aguardar mais alguns dias para verificar o comportamento da atual empresa que assumiu a responsabilidade de execução das feiras livres da capital; a dúvida é se ela cumprirá, na íntegra, suas obrigações, como tudo o que findou sendo negligenciado pela antecessora, dentre diversas outras como o RECOLHIMENTO INTEGRAL DO ISS, que também não estaria sendo exigido na forma da lei. MPE, MPE, bora acordar...

 

PSOL/REDE

A Federação PSOL-REDE realizará sua convenção estadual em Aracaju, na próxima quinta-feira (4). O evento acontecerá a partir das 16 horas, na Assembleia Legislativa, localizada na Av. Ivo do Prado, no Palácio Gov. João Alves Filho. Será oficializada a chapa da advogada, feminista e militante, Niully Campos, na disputa pelo Executivo.

 

Henri Clay

Para o Senado, concorrerá Henri Clay, advogado e ex-presidente da OAB. Além dos pré-candidatos e candidatas ao Governo e ao Senado, o evento marcará o lançamento de pré-candidaturas a deputados estaduais e federais. Na convenção, também serão deliberadas as estratégias eleitorais que serão adotadas pelo partido.

 

Georgeo Passos I

Em convenção realizada no Centro de Convenções de Aracaju, a coligação “Esperança na Mudança”, formada pelo Cidadania, PSDB e Podemos homologou os nomes para disputa nas eleições 2022. O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) teve seu nome aprovado para disputar a reeleição. Durante o evento, o parlamentar frisou sobre sua vida pública.

 

Georgeo Passos II

“Chegamos para vencer, para trazer desenvolvimento pra Sergipe. Não aguento mais ouvir na Assembleia sobre falta de água, falarem em estradas esburacadas, educação sem qualidade. Precisamos trazer a verdadeira mudança. Levar essa seleção, com Alessandro Vieira, delegada Danielle Garcia e Milton Andrade no próximo ano pra comandar esse estado. Chegou a nossa vez! A vitória está perto”, frisou Georgeo Passos.

 

Chapa definida

O senador Alessandro Vieira (PSDB) teve seu nome homologado para disputar o cargo de governador, tendo o empresário Milton Andrade (Cidadania) como vice. E a delegada Danielle Garcia (Podemos) foi o nome aprovado como candidata ao senado da coligação. Além desses, foram anunciados os nomes para chapa proporcional (deputado estadual e federal).

 

Joaldo Barbosa

O pré-candidato a deputado federal pelo PSB, Joaldo Barbosa, concedeu entrevista ao Jornal Ponto & Contra Ponto, que é transmitido pela HiperSom Rádio Comércio de Estância, região Sul do Estado.  Durante a entrevista, Joaldo falou sobre a sua trajetória política como vereador no Município de Boquim e depois como suplente de vereador, em Salgado, e ressaltou que seu objetivo e motivação para seguir na política são os ensinamentos deixados pelo pai.

 

“Nêgo da Farmácia”

Convicto de seus ideais, Joaldo Barbosa - o filho - afirmou, categoricamente, que o seu real motivo para com a política é fruto da vivência que teve com Nêgo da Farmácia. “Eu não faço política por dinheiro, eu não faço por poder. Eu faço por uma história, por uma paixão e por uma vivência que eu tive durante muitos anos com o meu pai, que foi deputado estadual por cinco mandatos. Era uma pessoa que dedicava a sua vida pública ao povo da nossa cidade, do nosso Estado e da nossa região”, relembrou.

 

Alô Simão Dias!

Este colunista avisou, o secretário se manifestou, mas a informação é que em Simão Dias os membros da Comissão de Licitação da Prefeitura andam “deitando e rolando”, principalmente o “técnico responsável” pelos pareceres que, de forma “insaciável”, faz de tudo para desclassificar participantes e contemplar outros que parece manter uma relação bem “estreita”! Não custa lembrar que tem membro da Comissão que acumula a função de servidor público com a de prestador de serviços na mesma área, ou seja, “bate o escanteio e corre pra área para cabecear”! Isso pode, Arnaldo?

 

Pedrinhas, Pedrinhas...

Falando em indícios de irregularidades, chega a ser inadmissível o que vem sendo praticado pela atual gestão em Pedrinhas! Há quem fale já em supostas improbidades! As informações são de procedimentos em total discordância com a legalidade, tudo sem a menor preocupação com possíveis consequências! Traremos na próxima edição um “caso inusitado” e de prática incompreensível por parte de qualquer gestor que tenha o mínimo de responsabilidade e compromisso com os recursos públicos! Aguardem...

 

Luciano Paz I

O ex-secretário da Saúde de Aracaju, Luciano Paz, lançou seu nome como pré-candidato a deputado estadual, pelo Podemos. Ele deixou uma boa referência na pasta, por ter normatizado alguns fluxos, a exemplo da distribuição de medicamentos de acordo com a demanda de cada unidade de saúde da rede, evitando assim a perda de remédios e outros insumos. Normatizou a entrega de fraldas para pacientes idosos e acamados, que antes só recebiam via Justiça, dentre muitas outras ações. Ele ocupou ainda as pastas da Fazenda e do Planejamento de Aracaju.

 

Luciano Paz II

A preocupação com a qualidade dos serviços de saúde ofertados aos sergipanos é um dos pilares que pretende focar suas propostas como pré-candidato, bem como a educação e o desenvolvimento econômico. Para Luciano, a gestão é a principal arma de combate à corrupção, e para isso, os recursos precisam ser bem geridos, sejam na saúde, na educação ou em outros setores públicos. Formado em contabilidade e com especialização em gestão pública, Luciano Paz entende que desenvolvimento econômico passa por geração de emprego e renda, investimentos e incentivo ao empreendedorismo.

 

Maria do Carmo I

Segundo dados do Ministério da Saúde, até semana passada, o Brasil tinha 978 casos de varíola do macaco confirmados. Para a senadora por Sergipe Maria do Carmo Alves (PP), a crescente circulação da doença no País deve manter em alerta autoridades de saúde municipais, estaduais e federais, além de ser um sinal para que os brasileiros sigam ações de prevenção recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Medidas preventivas são essenciais neste momento em que o vírus causador dessa patologia começa a circular. Não se trata de disseminar pânico. É que não podemos, de forma alguma, baixar a guarda”, enfatizou ela.


Maria do Carmo II

A parlamentar lembrou que a varíola do macaco, causada pelo vírus hMPXV (Human Monkeypox Virus, na sigla em inglês), foi classificada como uma emergência de saúde pública de interesse internacional pela OMS no último sábado (23), e que, portanto, não deve ser subestimada em momento algum. “Segundo especialistas em saúde, a principal forma de transmissão da doença é através do contato com uma pessoa infectada e com lesões na pele. Por isso, as recomendações para evitar contraí-la envolve não ter contato com pessoas infectadas ou suspeitas, não compartilhar itens com pessoas infectadas e higienizar as mãos com água e sabão ou álcool gel. São ações simples, mas efetivas”, explicou Maria.


Maria do Carmo III

A senadora destacou que embora não haja confirmação da presença do vírus em Sergipe, não é improvável que ele chegue ao Estado, que, de acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, possui dois casos suspeitos em investigação. “As vacinas contra a varíola do macaco ainda não estão disponíveis no Brasil, então o que nos resta, neste momento, é a prevenção. Considerar o fato de que não há casos confirmados em Sergipe como motivo para a despreocupação completa é uma armadilha. Não devemos cair nela”, disse a parlamentar, ressaltando que a unidade federativa recebe pessoas de todos os lugares do País.

 

“Navarro é federal”

Especialista em engenharia de tráfego e transporte público, o professor Francisco Navarro é um dos nomes lançados como pré-candidato a deputado federal pelo Podemos. Como formação em tecnologia e gestão, Navarro ocupou o cargo de diretor de trânsito da SMTT. Ele defende que a população merece um transporte público de qualidade e inclusivo, lembrando que 25% da população tem algum tipo de deficiência (visual, auditiva e/ou motora).

 

Combate à corrupção

Intolerância à corrupção e destinação de recursos para o desenvolvimento econômico das comunidades estão entre as propostas de Navarro. Para ele, as melhorias para o país e a população passam pelo combate à corrupção severa, construindo políticas públicas a partir das reais necessidades do povo. Navarro afirma que é preciso despolitizar a destinação das verbas públicas para que elas alcancem de fato que mais precisa, e que é prioritária à educação como fator essencial para o  desenvolvimento e transformação da população.

 

Iran Barbosa I

O deputado estadual Iran Barbosa, Psol, participou do primeiro módulo do Seminário “O que acontece com a UFS? Uma reflexão urgente”, promovido pela Associação dos Docentes da Universidade Federal de Sergipe (Adufs), com presenças de Vera Núbia, professora no Departamento de Serviço Social e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social/UFS; André Maurício, professor no Departamento de Física e ex-vice-reitor da UFS; e Josefa Lisboa, professora no Departamento e na Pós-graduação de Geografia e vice-presidenta da Adufs.

 

Iran Barbosa II

Na pauta dos debates, a discussão dos rumos a serem tomados pela UFS após dois anos de pandemia e aulas remotas, períodos de intervenção, eleições internas, problemas de financiamento, as políticas de ação afirmativa e seu futuro, o papel da ouvidoria, do ensino, da pesquisa e extensão, entre outras questões. Contribuindo com o debate, Iran se lembrou da sua formação superior passando pelos bancos da Universidade Federal de Sergipe, onde cursou História e Direito, mas também como professor substituto, e aproveitou para reforçar o seu compromisso com a instituição.

 

Banese & TCE I

Integrantes do Banco do Estado de Sergipe (Banese), a agente de relações com o Governo, Taís Rios, e a gerente de negócios, Márcia Oliveira, foram recebidas  pelo conselheiro presidente, Flávio Conceição. Em pauta, temas de interesse comum entre o Tribunal e a instituição financeira à qual está vinculada a folha de pagamento do órgão. “O Banese é um patrimônio dos sergipanos e possui uma relação muito próxima também com esta Casa, onde, inclusive, mantém um posto de atendimento voltado aos nossos servidores”, comentou o conselheiro. 

 

Banese & TCE II

Conforme Taís Rios, a reunião foi produtiva. “A ideia é que o Banese estreite mais o relacionamento com o Tribunal de Contas, disponibilizando diversos benefícios para os servidores e melhorando a questão do atendimento interno no órgão, então só temos a somar os esforços, inclusive com iniciativas que o Banese tem ao longo desse ano”, comentou. A visita foi acompanhada ainda pelo diretor de Comunicação do TCE, Habacuque Villacorte; e pelo diretor Administrativo e Financeiro, Edson Brasil. ​

 

Primeira Câmara I

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE) julgou 34 processos sob a presidência do conselheiro Ulices Andrade. Participaram da sessão a conselheira Susana Azevedo, o conselheiro Luis Alberto Meneses, os conselheiros substitutos Rafael Fonsêca e Francisco Evanildo de Carvalho e o procurador Sérgio Monte Alegre, representante do Ministério Público de Contas.

 

Primeira Câmara II

O primeiro processo em pauta tratou de recurso de reconsideração da Prefeitura de Nossa Senhora Aparecida, interposto por Verônica Santos Sousa da Silva. A requerente obteve sucesso em alterar o julgamento original do relatório de inspeção de irregular para regular com ressalvas e determinações, conseguindo, portanto, o provimento do recurso.

 

Primeira Câmara III

Também recebeu a decisão pelo provimento o recurso de reconsideração da Prefeitura de Barra dos Coqueiros, interposto por Airton Sampaio Martins, resultando em anulação da multa de R$1.240,67 e arquivamento do auto de infração apontado no processo original. Já o recurso oriundo do Fundo Municipal de Saúde de São Francisco, por Francisco Emanuel Nascimento Araújo, obteve o provimento parcial, com manutenção da regularidade com ressalvas do período inspecionado (janeiro e fevereiro de 2017) e redução da multa aplicada de R$4 mil para R$1.240,67.

 

Julgamento de contas

Foram julgadas auditorias operacionais realizadas nos portais da Transparência da Fundação Cultural Cidade de Aracaju, durante as gestões de Cássio Murilo Costa dos Santos e Luciano Correia dos Santos, e na Câmara Municipal de Itabi, de Marcelo Silva Melo. No primeiro caso, a nota da métrica de transparência subiu de 6,4 para 9,8, resultando em regularidade e consequente arquivamento do processo; no segundo, a nota foi de 6,4 para 8,3, o que gerou decisão pela regularidade com ressalvas e aplicação de multa de R$1.240,67.

 

Demais processos

Em relatório de inspeção especial da Prefeitura de Propriá, durante o período de janeiro e fevereiro de 2017, na gestão de Iokanaan Santana, os conselheiros decidiram pela regularidade com ressalvas e multa administrativa de R$ 2 mil.​ Os demais processos tratam de aposentadorias, pensões, revisões de pensões e proventos e transferências para a reserva remunerada com origem no Sergipeprevidência e no Aracaju Previdência. Com exceção dos registros tácitos, devido à circulação dos processos por mais de cinco anos, os demais foram julgados legais, sob regime de paridade ou de revisão anual.​

 

Alô Japoatã!

Patrício Ferreira de Farias é promotor de Justiça, Escrivão, Advogado e Político. Ele agora mergulhou no mundo da literatura  com o lançamento do seu livro “JAPOATÃ e EU”. Como diz em suas palavras na obra, traz a lume a história real de uma pequena cidade do interior sergipano, conhecida como: “a cidade do tesouro perdido”, a sua Japoatã, desde a origem do nome, passando pela sua fundação, administração, pela cultura, economia, sua gente, educação.

 

Patrício Ferreira

Segundo o autor, o livro busca  é uma trincheira na batalha por um futuro melhor as futuras gerações, com olhar das autoridades para o desenvolvimento da agricultara, da pecuária, da indústria e da educação. No seu livro também revela como foi possível a um jovem que apesar de ter um sobrenome ligado à antiga elite de Portugal, nasceu no berço de uma família simples de pai e mãe agricultores, mas com fé, orientação e coragem para enfrentar os reveres da via, foi possível chegar ao cargo de prefeito municipal, assim como promotor de justiça.

 

SergipeTec & UFS I

O Sergipe Parque Tecnológico - SergipeTec e a Universidade Federal de Sergipe - UFS promovem, no dia 5 de agosto, o evento "Agricultura Digital" com o objetivo de aprofundar os conhecimentos dos estudantes da instituição e debater temas importantes como tecnologia, inovação no agronegócio e a criação de startups no ramo da agricultura.

SergipeTec & UFS II

A programação inicia às 8h30 no Auditório do Departamento de Zootecnia do Centro de Ciências Agrárias Aplicadas da UFS (CCAA), que fica na Cidade Universitária Professor José Aloísio de Campos, Av. Marechal Rondon, s/n, Jardim Rosa Elze, São Cristóvão. A programação contará com palestras de professores e técnicos, apresentação dos cursos de agrárias da universidade, edital de agro do Parque Tecnológico, sessão de perguntas e respostas, coffee break e encerramento às 12h30.

 

Mulheres de Peito I

A equipe de remo com mulheres mastectomizadas da Associação Mulheres de Peito participou do “Carranca Boat Roama”, 3º Festival Dragon Boat do Nordeste, para sobreviventes de câncer de mama e ficou em terceiro lugar. A equipe da Associação Mulheres de Peito, de Sergipe, “Equipe Dragon Boat Mulheres de Peito Remando Com Garra” é a primeira equipe de dragon boat do estado. Elas treinam duas vezes por semana nas imediações do Parque dos Cajueiros.

 

Mulheres de Peito II

O que começou com apenas um encontro de mulheres para atividade física, foi crescendo e se tornou algo sério e muito importante na vida destas mulheres. Para a capitã do time sergipano, as expectativas foram as melhores. “Sem dúvidas, a estrutura voltada para nossa modalidade Dragon Boat ajuda muito, e nossas adversárias têm estrutura muito boa, por conta do barco que nós não temos, pelos treinadores capacitados, tudo isso conta”, afirmou Lidivânia Santos.

 

Mulheres de Peito III

“A Prefeitura de Paulo Afonso (BA) apoiou a equipe local, comprou barcos e reformou outros. Estamos aguardando o restante das equipes, tivemos a participação de 70 pessoas sobreviventes de câncer. Então, a animação, a interação e a festa foram garantidas”, afirmou Lidivânia.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

O que você está buscando?