Itabaianense foi morto por ter curtido foto de ex-mulher do suposto mandante do crime

O crime ocorreu em 16 de abril no povoado Mangueira, em Itabaiana; três suspeitos foram presos na manhã desta quarta-feira, 03

Redação, 03 de Agosto , 2022 - Atualizado em 03 de Agosto, 2022
Carlos Eduardo, vítima. Foto: Redes Sociais.

 

O crime ocorrido no dia 16 de abril, contra o jovem José Carlos Eduardo Santos de Jesus, de 23 anos, no povoado Mangueira, em Itabaiana foi elucidado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).


Em entrevista ao jornalista Cleiton Santos, no Jornal da Manhã da Itabaiana FM, o delegado Tarcísio Tenório que comandou a investigação do crime, deu detalhes sobre a operação "Fatal Like" que resultou na prisão de três suspeitos.


"Deflagramos na manhã desta quarta-feira a operação Fatal Likes, de prisão preventiva e busca domiciliar relacionada ao homicídio do jovem Carlos conhecido como Carlinhos, morto a tiros em 16 de abril, no povoado Mangabeira. As investigações começaram no dia do fato, fizemos o levantamento e na data de hoje deflagramos a operação. As equipes do DHPP de Aracaju, a DIPOL e a Divisão de Narcótico de Itabaiana capturaram três indivíduos, o suposto mandante do crime, o suposto executor material e um terceiro envolvido no delito", detalhou.


Ainda de acordo com o delegado, o nome da operação se deu devido a motivação do crime. O jovem teria sido executado porque curtiu fotos da ex-mulher do suposto mandante que teria ficado enciumado e por motivos de ciúmes, encomendou o homicídio.

Os três investigados são Gildemar Oliveira, conhecido como “Gildo do Remédio” (suposto mandante do crime), Carlos Wagner, conhecido como pistoleiro (suposto executor do crime) e Gilberto de Oliveira(terceiro envolvido no homicídio), caseiro da propriedade rural de Gildemar.


Os três suspeitos agora estão a disposição da justiça e foram conduzidos ao DHPP de Aracaju para os trâmites legais, onde serão apresentados em Audiência de Custódia. Durante a operação, também foram apreendidas duas pistolas, uma espingarda e um revólver.

Relembre o caso

O jovem Carlos Eduardo conhecido como Carlinhos foi executado a tiros na noite do sábado de Aleluia (16/04/22) enquanto trabalhava dentro de uma farmácia no povoado Mangueira, em Itabaiana.

Um indivíduo usando um capacete entrou no estabelecimento e efetuou os disparos contra o jovem. A vítima chegou a ser socorrida e encaminhada ao centro cirúrgico, mas não resistiu aos ferimentos.



O que você está buscando?