Polícia e seguranças do Catar tomam bandeira de Pernambuco de repórter brasileiro

Redação, 22 de Novembro , 2022

Enquanto gravava um vídeo em frente ao estádio no Catar, durante a cobertura dos jogos da Copa do Mundo, o repórter Victor Pereira foi hostilizado por policiais, seguranças e moradores local por ter a bandeira do Estado de Pernambuco confundida com a bandeira LGBTQIA+.

Na abordagem, o repórter teve a bandeira tomada e foi obrigado a apagar o vídeo. As políticas do governo do Catar contra os homossexuais são duríssimas, fato que vem recebendo muitas críticas pelo mundo.

"Eu estou nervoso, estou tremendo aqui, porque de fato a gente estava com a bandeira de Pernambuco. Fui atacado por alguns integrantes do Catar e também policiais porque eles vieram em cima achando que era uma bandeira LBGT, mas na verdade apenas uma bandeira de Pernambuco. Fui filmar, eles pegaram meu telefone e só devolveram me obrigando a deletar o vídeo que fiz. Isso é um absurdo, porque nós temos autorização da Fifa para filmar absolutamente tudo aqui no estádio", desabafou o repórter.


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc