Diretor faz parto de adolescente de 16 no banheiro de escola. “Foi muito rápido”

O diretor teve que assumir a responsabilidade e realizar o parto de emergência. E deu tudo certo!

Redação, 05 de Abril , 2023

Que correria! Um diretor de colégio foi o herói da vez e fez um parto às pressas de uma aluna, de 16 anos, que deu à luz em um dos banheiros da instituição. Daí para frente foram 5 minutos até o nascimento da pequena Vitória. Ele salvou mãe e filha!

Cláudio Roberto Lopes Zen foi informado que uma das estudantes do colégio estava passando mal dentro do banheiro por uma das faxineiras. Ao chegar no local, ele se deparou com uma situação complicada e decidiu que faria o parto do bebê ali mesmo. Os pais da aluna não sabiam que a filha estava grávida.

“Eu vi que estava coroando e falei ‘vamos ter que fazer seu parto’. No que ela fez força, a cabeça da criança saiu. Eu massageei a barriga dela e a criança nasceu. Foi muito rápido”, contou o diretor cujo sobrenome é “Zen” e fez jus a ele, que é diretor do  Colégio Estadual Carlos Gomes, em Ubiratã, no Paraná.

O nascimento

Apesar do nascimento de uma criança ser uma das coisas mais bonitas do mundo, o caso em questão exigiu muita empatia e delicadeza para que a estudante se sentisse bem.

Ao chegar em um dos banheiros, uma zeladora viu que uma aluna estava passando mal. Então, a funcionária ouviu da menina, de apenas 16 anos, que não era algo leve.

“Acho que estou entrando em trabalho de parto”, disse a adolescente, segundo a zeladora. Assim, a funcionária saiu correndo em busca de ajuda.

Quando Claudio finalmente chegou, tudo aconteceu muito rápido e o bebê já estava nascendo. “Como se tratava de um colégio, tudo teve que ser feito no improviso até a chegada dos socorristas do Siate [Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência]. Foi muito rápido”, relatou.

Das dores do parto ao nascimento do bebê, foram  5 minutos. O diretor teve que conduzir o parto. Felizmente, a estudante não se desesperou e o nascimento foi um sucesso.

“Então eu pedi: ‘alguém busca uma tesoura e uma linha para cortar o cordão umbilical?’. Uma das pedagogas trouxe e eu fiz os dois amarrinhos. Pegamos uma toalha de mesa da cozinha para enrolar o bebê. A calma da menina nos deixou tranquilos”, afirmou.

Pais não sabiam da gravidez

A mãe e a bebê, uma menina de 2.900kg, passam bem! No entanto, após o parto, o diretor teve uma nova missão: contar para os pais da menina e para o pai da criança, um outro estudante de 16 anos, o que havia acontecido.

Os pais da aluna não sabiam que ela estava grávida e Cláudio foi até a casa deles contar a surpresa. Após relatar à nova avó o ocorrido, ele voltou ao colégio e foi falar com o estudante, indicado como pai da bebê.

“Pega seu material que agora você é papai”, contou o diretor. Assim, o estudante também foi para o hospital conhecer sua filha.

A menina foi nomeada como Vitória, por ter vivido por um momento tão difícil e vencido mesmo assim! Que lindo momento.

“O nascimento de uma criança sempre é uma bênção. É uma coisa que a gente vai levar para o resto da vida. Eu nunca imaginava viver uma situação dessa dentro do colégio”, finalizou Cláudio.

 

Só Notícia B


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc