Alunos da rede estadual de Sergipe conquistam 1º lugar no Prêmio Jovem Pesquisador

Redação, 24 de Novembro , 2023


Foto: Alisson Basilio

O projeto intitulado 'Avaliação Temporal da Qualidade da Água do Açude da Marcela', desenvolvido pelo pesquisador Marcos Santiago e estudantes do ensino médio do Colégio Estadual Murilo Braga, localizado no município de Itabaiana, conquistou o 1º lugar da categoria Ensino Médio, no Prêmio Jovem Pesquisador, durante solenidade de encerramento do XXV Simpósio Nacional de Recursos Hídricos, promovido pela Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABHidro), e realizado entre os dias 19 a 23 novembro. O projeto é fomentado pelo Governo do Estado, por meio do Programa de Apoio a Projetos de Desenvolvimento do Ensino na Escola (Edital 02/2022), realizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE), instituição vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e da Tecnologia (Sedetec). 

O Prêmio Jovem Pesquisador objetiva reconhecer e valorizar os jovens talentos no âmbito da pesquisa e da inovação. A pesquisa vencedora também conta com apoio e recursos oriundos da Secretaria de Estado da Educação e Cultura (Seduc). “Enquanto professor de escola pública, tenho muito orgulho desses jovens terem chegado onde chegaram, desbancando várias outras instituições. O Colégio Estadual Murilo Braga foi a única escola pública que estava concorrendo a esse prêmio, enquanto as outras eram do Instituto Federal”, comemorou o professor de Química e orientador do projeto, Marcos Santiago.

O presidente da Fapitec Sergipe, Alex Garcez, comemorou o resultado da premiação nacional. “Nós sempre apostamos na pesquisa como ferramenta de transformação social e esta pesquisa protagonizada por esses jovens é um exemplo disso. Nós, enquanto, Fundação nos sentimos orgulhosos em ver um projeto como este conquistando tantos feitos”, salientou.

Projeto

O trabalho objetiva identificar os danos da degradação ambiental decorrente da ação humana no açude localizado em Itabaiana, e conscientizar sobre a preservação dos recursos hídricos. “Desde o início do ano nós procuramos desenvolver e fazer experimentação com projetos químicos no laboratório do nosso colégio, para depois apresentarmos em eventos, em projetos da escola e também na UFS”, explicou a estudante e bolsista do projeto, Eduarda Góis.

Pesquisa na escola

Ao visitar o estande, o mestrando em Recursos Hídricos da UFS, Marcelo Matos, falou sobre a importância do fomento à pesquisa no ensino médio. “Você vê o aprendizado na apresentação dos jovens, que estão sendo realizadas lá no local e, principalmente, a questão do público jovem estar consciente sobre o uso da água, sobre a necessidade de cuidado, com despejo, entre outros problemas que os recursos hídricos enfrentam atualmente”, disse.


Siga os canais do Portal 93 Notícias: YouTube, Instagram, Facebook, Threads e TikTok

Participe da comunidade da 93 Notícias no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

O que você está buscando?

google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc google-site-verification=GspNtrMqzi5tC7KW9MzuhDlp-edzEyK7V92cQfNPgMc