Subsídio do vice-prefeito foi reajustado de R$ 16 mil para R$ 23.330,00

O prefeito de Ribeirópolis, Rogério Sobral (PSB), sancionou a Lei nº 1.086/2024, dia 04 de julho, data posterior a aprovação do Projeto de Lei nº 29/2024, que reajusta subsídios do prefeito, vice, secretários e procurador geral em Ribeirópolis. O prefeito receberá a partir de janeiro/2025 quase R$ 39.607,64 (mês). O reajuste corresponde a mais de 10 salários mínimos, já o subsídio atual do prefeito é de R$ 22 mil.


Os valores aprovados pela Câmara de Vereadores tiveram voto favorável dos vereadores: Miguel da Loja, Fagner de Giz de Zeca, Daisy Lima, Zé Veio, Carlos de Fonso e Tonho de Paulo. O subsídio do vice-prefeito foi reajustado de R$ 16 mil para R$ 23.330,00.

Secretários municipais e o procurador geral do município irão ter subsídio de R$ 9.901,91. Os valores chamaram atenção da população local por estar fora da realidade econômica do município e pelo alto percentual aplicado no reajuste. O prefeito, por exemplo, teve 80% de aumento no subsídio. A população de Ribeirópolis hoje é de 17.033 pessoas (Censo 2022).