Reunião na PM/SE discute segurança em Itabaiana

Redação, 07 de Novembro, 2019 - Atualizado em 07 de Novembro, 2019

Em reunião realizada esta quarta-feira, 6, com o comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Marcony Cabral e o comandante do Batalhão de Itabaiana, Coronel Sidney Correia.

O encontro teve por finalidade, discutir a permanência do reforço no policiamento ostensivo do centro comercial de Itabaiana. E contou também com a participação da deputada Maria Mendonça (PSDB), o empresário Messias Peixoto, o presidente do Rotary Club de Itabaiana, Adelson Peixoto; o presidente da Associação Comercial de Sergipe (Acese), Givaldo Marcelino; o presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL/Itabaiana), Jamisson Ferreira; Sidney Noronha Moura, representando a Loja Maçônica José Mesquita da Silveira, e o representante da Federação do Comércio de Sergipe, Edivaldo Francisco da Cunha, além do vereador João Cândido e do ex-vereador Jhon David Mota.

Segundo David Mota, o encontro foi importante para solicitar a permanência do reforço no policiamento ostensivo do centro comercial de Itabaiana. “E assim repetir o que sempre vem acontecendo durante os últimos anos e que tiveram excelentes  resultados no enfrentamento da criminalidade. O nosso objetivo é garantir ao comerciante e consumidores a segurança durante a demanda das compras de fim de ano”, afirma.

O venerável Sidney Noronha Moura, da Loja Maçônica José Mesquita da Silveira, pediu empenho para que sejam realizadas mais abordagens por parte do Grupo Especial Tático de Motos (GETAM), oferecendo ajuda.

O presidente da CDL de Itabaiana, Jamisson Ferreira parabenizou o comando do 3º Batalhão de Polícia Militar, pelo trabalho desenvolvido no município.  E o empresário Messias Peixoto, proprietário do Shopping Center Itabaiana disse estar preocupado com a segurança no centro de compras, em virtude de haver duas joalherias e uma agência bancária.

A deputada Maria Mendonça solicitou atenção na segurança do Parque Nacional Serra de Itabaiana e no Parque dos Falcões (único na América Latina), retirado da rota turística nacional por falta de segurança. “Sabemos que as pessoas que transitam no local ficam receosas com a ação de marginais. É importante que essa segurança lhes seja garantida”, ressalta.

O comandante da PMSE ouviu as solicitações e garantiu reforço policial por meio de equipes especializadas, onerando o estado, o mínimo possível.

Informações com  Alese

 

O que você está buscando?