O mercado de trabalho e a formação do profissional na sua comunidade

Redação, 06 de Fevereiro, 2020

A realidade socioeconômica de cada região ou comunidade está diretamente associada à qualificação profissional dos seus habitantes. A implantação pela Universidade Tiradentes dos campi nos municípios de Propriá, Estância e Itabaiana veio contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida dos habitantes locais e de regiões adjacentes.

A oferta de cursos profissionalizantes em diversas áreas por parte da IES sergipana favorece, sobremaneira, a quem por algum motivo prefere a comodidade do aprendizado perto de casa ao invés de se deslocar até a capital durante o tempo necessário para sua graduação.

Além do mais, a perspectiva de garantir uma vaga no mercado de trabalho dentro da sua comunidade representa um componente fundamental para muitos jovens que optam por permanecer no interior. Essa decisão aliada à possibilidade de ocupar cargos públicos sem que a competitividade seja tão acirrada quanto na capital, tem se transformado cada vez mais numa tendência bastante promissora.

Acompanhe histórias de sucesso de egressos que se destacam em posições determinantes dentro do contexto social e que começam sempre pela escolha acertada em relação a permanecer em suas cidades e em optar por uma graduação numa instituição de ensino de referência como é a Unit.

“A vinda da Unit para Propriá trouxe desenvolvimento não só para a cidade, como para todo o Baixo São Francisco. Além disso, muito contribuiu para desenvolvimento profissional não só meu, como de muitas pessoas e abriu portas para o exercício profissional”, opina Bruno Santana.

Egresso de Direito o conceituado profissional que atua na região lembra que dois fatores foram importantes para sua formação: a implantação do Campus em Propriá (na época não dispunha de recursos para estudar na capital), e a aprovação na OAB ainda cursando o 9º período da graduação, graças ao apoio e a compreensão do corpo docente da instituição ribeirinha.

A pedagoga Deise Cristina dos Santos reconhece ter sido influenciada positivamente por uma colega para escolher Unit para sua graduação. “Como eu só tinha o curso normal comentei na escola sobre o desejo em fazer faculdade. Então, por sugestão de uma colega que teceu os melhores comentários descobri que consegui formar minha segunda família na Unit onde recebi sempre acolhimento e apoio. Foi muito gratificante fazer parte dessa instituição”, reconhece Deise.

A trajetória do Assistente Social Bruno Teles começa com a formação acadêmica no Campus Propriá e se mantém com sua contribuição para a instituição ribeirinha onde assume atualmente o cargo de diretor, após ter respondido pela coordenação do polo da EAD.

“Eu tenho a Unit como um grande projeto social porque ela veio trazer para Propriá um ensino de qualidade e formação, principalmente para aquelas pessoas que não tem condições de ir até a capital do Estado para cursar o nível superior. Aqui realizei o sonho de concluir o meu nível superior e obtive apoio de todo o suporte docente para galgar novos objetivos dentro da minha formação”, reconhece o gestor.

Ele está convicto de que a Unit não apenas forma o profissional e entrega ao mercado de trabalho, como se compromete em acreditar que está formando grandes profissionais pela sua qualidade de ensino. “Assim como ela fez comigo, fez com vários outros colaboradores que são egressos. O corpo administrativo da instituição acredita na formação dos profissionais que entrega ao mercado de trabalho. Assim como me trouxe aqui para a direção do Campus, temos muitos outros alunos que atuam dentro e fora da instituição”, complementa.

Gregore Silva Menezes concluiu Educação Física e atua como profissional da área no próprio município. “Me sinto muito feliz por atuar e por participar junto com grandes profissionais da cidade para fazer com que ela seja reconhecida. Agradeço à Unit e aos professores toda a paciência, força e incentivo. Aqui na Unit, tudo é possível”.

Egressa da turma 2012.2 do curso de Direito, Jéssica Regina Santos Melo é de opinião que a existência de um Campus em Propriá com a oferta do curso de Direito é fundamental.  “Você economiza tempo além do que o desgaste é muito grande para você estudar em outra cidade. É muito mais produtivo você estudar na sua própria cidade porque você se forma e continua nela. Além disso os professores são acima de tudo os seus amigos e o clima é sempre de uma grande família”, confessa a advogada que se sente motivada a retomar os estudos pelo acolhimento que encontra nos profissionais que atuam na instituição.

Formada na primeira turma de Serviço Social do Campus Propriá Magnalisse Melo disponibiliza seu conhecimento científico com a comunidade local, através da atuação profissional na Secretaria de Assistência Social do município.

“A implantação da Unit em nosso município foi uma grande conquista não só para os jovens da cidade, mas para todos os jovens de baixo São Francisco pois esse polo veio estreitar ainda mais o acesso dos jovens à vida acadêmica. A Unit é uma instituição educacional de grande referência, possui uma equipe seleta de professores capacitados e comprometidos em preparar os discentes para o mercado de trabalho. Isso aconteceu comigo”, confessa realizada.

Ascom/ Unit  

 

O que você está buscando?