Região Agreste: Entenda como os homicídios caíram pela metade em Itabaiana

Redação, 10 de Janeiro , 2021


Como resultado das ações e operações da Delegacia Regional de Itabaiana e do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM), Itabaiana alcançou a marca histórica de redução de 50% nos homicídios praticados no município. Os dados são referentes ao comparativo feito entre os anos de 2016 e 2020. A retração nos índices de criminalidade é fruto das mais de 194 mil abordagens, na localização de mais de 220 kg de drogas, na apreensão de R$ 149 mil e nas prisões de 30 investigados pelo envolvimento em homicídios. Os números são referentes às ações realizadas durante todo o ano passado na região da cidade serrana.
 

De acordo com o levantamento feito pela Delegacia Regional de Itabaiana, foram 213 prisões pela prática de diversos crimes, incluindo também investidas criminosas como tráfico de drogas, roubos e furtos. No tocante às medidas cautelares - mandados de busca e de prisões, por exemplo - foram 83 referentes aos homicídios. Em 2020, a unidade também contabilizou 114 inquéritos, apenas da área de homicídios, que foram remetidos à Justiça, incluindo demandas residuais referentes a casos que ocorreram em anos anteriores. Ao todo, foram 598 inquéritos encaminhados ao Poder Judiciário na cidade serrana. 
 

Em atuação conjunta aos trabalhos investigativos da Polícia Civil, estão as operações policiais nas ruas feitas pelo 3º BPM, da Polícia Militar. Como resultado dessas ações, em 2020 foram apreendidas 82 armas de fogo, 420 munições, 222,20 kg de drogas e R$ 149.894,95. Além da retirada do material ilícito de circulação da cidade serrana, foram confeccionados 2.487 Relatórios de Ocorrência Policial (ROP) e 669 suspeitos de diversos crimes foram presos em flagrante na região. O 3º BPM também apreendeu 384 veículos com restrição de roubo ou furto. 
 

O delegado regional de Itabaiana, Tarcísio Tenório, destacou que as ações integradas entre as forças de segurança pública foram fundamentais para a queda na incidência da criminalidade em Itabaiana. “Foram realizadas várias operações em diversos setores, como de homicídios, drogas e crimes contra o patrimônio. A resposta imediata e a integração entre as Polícias Civil e Militar contribuíram para as prisões em flagrante, cumprimentos de mandados e apuração de tentativas de homicídio. Reforçamos os trabalhos, inclusive com equipe de local de crime atuando na regional”, enfatizou.
 

O comandante do 3º BPM, coronel Sidney Barbosa, detalhou as operações da Polícia Militar que junto ao trabalho da Polícia Civil impactaram positivamente na queda dos homicídios na região. “A estratégia de ação da Polícia Militar através do 3º BPM tem duas premissas básicas e principais: a aplicação das equipes de policiamento ostensivo onde a análise criminal indica maior probabilidade de ocorrência de delitos e uma postura de intensificação da ostensividade através da realização de abordagens”, evidenciou.

Por: SSP

O que você está buscando?