'Era cilada', diz Anderson do Molejo após caso com MC

Redação, 06 de Fevereiro , 2021 - Atualizado em 06 de Fevereiro, 2021


O vocalista do grupo Molejo, Anderson Leonardo, confirmou que teve relação sexual com o funkeiro Maycon Douglas Nascimento Adão, o MC Maylon, de maneira consentida e que, desde então, passou a ser chantageado pelo jovem de 21 anos. A declaração foi dada pelo pagodeiro após ele prestar mais de quatro horas de depoimento, na 33ª DP (Realengo), para se defender da acusação de estupro feita pelo Maycon.

Segundo Anderson, ele realmente foi ao motel na Estrada do Catonho, em Sulacap, na Zona Oeste do Rio, acompanhado de MC Maylon, no dia 11 de dezembro. Ele afirma que essa teria sido a primeira e única vez que ele teve relação sexual com o funkeiro, que já conhecia há cerca de oito meses.

"Aconteceu tudo de forma consensual, foi tudo permitido. Essa acusação de estupro eu nego. Meu depoimento já foi dado aqui para todas as autoridades, onde serão apuradas todas as verdades. E a verdade é que aconteceu, sim, uma coisa entre eu e ele, mas tudo permitido de ambos os lados", afirmou o vocalista do Molejo.

De acordo com Anderson Leonardo, depois desse encontro, ele passou a ser chantageado pelo rapaz e sua mãe, Jupira Nascimento.

"A chantagem era que por a gente ter se conhecido e ele achar que eu seria uma oportunidade para ele conseguir holofotes. Quando dei oportunidade de dar uma canja no meu show, ele não foi bem nas vezes que deixei ele cantar, quatro vezes no máximo. Falei que ele tinha que treinar mais porque não estava bem. Fui me afastando, porque fui vendo que estava sendo assediado, ele começou a me chantagear. A mãe dele falou que tinha vídeos meus entrando no motel com o filho dela, e falava: 'e aí, como a gente faz? Por que você parou de dar atenção profissional ao meu filho?'", contou.

Por: O Dia / Extra

O que você está buscando?