Nota Pública do ex-senador Valadares contra o deputado Luciano Pimentel

Redação, 14 de Abril , 2021 - Atualizado em 14 de Abril, 2021


Li, com estupefação e grande tristeza, a reportagem publicada no site JL Política, estampando uma manchete que retrata com real fidelidade o verdadeiro caráter do deputado estadual Luciano Pimentel. Vejamos o que está lá: “TRE autoriza desfiliação do deputado Luciano Pimentel e ele se livra da perseguição de Valadares”. 

Antes do pronunciamento do TRE, aprovando a sua desfiliação, havia uma disposição unânime, no ambiente interno do partido, em expulsá-lo por conduta incompatível com as regras do estatuto partidário, mas, para evitar essa medida extrema, a pedido do próprio deputado Pimentel, o presidente Valadares Filho, encaminhou uma carta ao TRE afirmando que o PSB não tinha nenhum interesse na continuidade do filiado Luciano Pimentel. 

Foi baseado nessa aceitação de sua saída do partido que o TRE, permitiu a sua desfiliação, o que para nós que trabalhamos com seriedade, coragem e sacrifício na oposição, representou um grande alívio. 

Isto é, em virtude do comportamento infiel, praticado de forma contínua  e voluntária pelo parlamentar – que se elegeu contando com todo apoio da estrutura do partido -, em dar apoio incondicional a um governo que nos persegue abertamente, inclusive votando em projetos absurdos de aumentos de tributos, a exemplo das taxas do Detran que atingiram majorações inconcebíveis de até 200%, penalizando o já sofrido contribuinte sergipano, acabamos perdendo totalmente o interesse em que pudesse ele, ser filiado ao partido enquanto com o seu voto integrava a base de apoio ao governo. 

Lamento a sua covardia em me agredir. 

Venho repudiar  publicamente, a sua acusação de perseguição. Pura invencionice e ingratidão de quem não tem justificativa para se posicionar contra a orientação do nosso partido e escolheu  as benesses do governo ao invés de militar no campo da oposição. 

Durante as campanhas eleitorais de 2014/2018 o seu nome era prioridade nos programas de rádio e TV; praticamente em todos os municípios de Sergipe onde tínhamos lideranças do PSB, a sua candidatura foi a escolhida como preferencial. Inclusive na nossa maior base eleitoral, neste último pleito em Simão Dias, o seu nome foi indicado mais uma vez como candidato do nosso grupo, quando, usando de toda a nossa estrutura partidária e política, conseguiu mais de 2500 votos,  os quais, somados aos votos dos demais candidatos que ficaram na suplência, permitiram a sua reeleição por força do quociente eleitoral alcançado, com a minha ajuda e o indispensável engajamento do partido e lideranças. 

O empresário Luciano Barreto nunca foi objeto de nossas conversas, nunca o acusei de ser aliado do empresário, ao qual sempre me refiro com apreço e admiração. Ele me conhece há muito tempo, e há muito mais tempo do que ao deputado Pimentel, e não se deixará levar por essa intriga oportunista. Trata-se então de outra grande mentira à procura de desculpa para a sua conduta traiçoeira e de falta de reconhecimento a quem lhe deu a mão, inclusive indicando-o, como todos se recordam, para a Superintendência da Caixa Econômica do Estado de Sergipe, quando na época só consegui contrariar aliados, que queriam o mesmo cargo e eu os preteri. 

Quando na Assembleia Legislativa fizeram discursos de que Luciano Pimentel estaria abusando do poder da Caixa pra se eleger deputado fui o único político a partir em sua defesa. 

Onde está essa perseguição? 

O Sr Luciano Pimentel deveria sair do partido pela porta da frente, com dignidade. Preferiu, no entanto, ir atrás das vantagens do poder e para tentar convencer sua escolha vem com argumentos inconsistentes e falaciosos, passando a agredir gratuitamente a quem lhe ajudou sem nunca exigir em troca qualquer benefício.

Luciano Pimentel, aprendeu a esperteza e a arte da traição com o governador Belivaldo. Hoje, esquece-se  de seus benfeitores, agride, desqualifica, apresentando a cada dia uma desculpa para suas traições. 

Antonio Carlos Valadares

O que você está buscando?